Pular para o menu

Trabalhador da Subsea 7 morre na Bacia de Campos ao ser atingido por roldana

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Seven Condor
Chamada: 
Má gestão de SMS vem colocando os terceirizados na linha de frente dos acidentes

Um trabalhador da empresa Subsea 7 morreu ontem após sofrer um grave acidente a bordo da embarcação contratada PLSV Seven Condor. Durante o içamento de uma bobina de armazenamento de dutos flexíveis por um guindaste, uma roldana se desprendeu da cinta e atingiu o trabalhador na parte lateral esquerda da testa. Com o impacto, o trabalhador caiu e bateu o lado direito da face na calha de condução do cabo do guincho.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Acidente em operação na sonda SC-95 deixa um trabalhador ferido

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Macau
Chamada: 
Vítima é plataformista, teve a virilha lesionada, foi medicado e passa bem

Segundo informações recebidas pela Diretoria do SINDIPETRO-RN, um acidente de trabalho foi registrado nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 4, no campo petrolífero de Salina Cristal, no município de Macau. Na ocasião, ficou ferido o plataformista da sonda SC-95, Arimatéia. O sinistro ocorreu durante uma operação de desmontagem. O trabalhador teve a virilha lesionada, foi medicado e passa bem.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

2 de setembro: Dia Nacional de Luta pelo Direito à Vida!

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Mais segurança
Chamada: 
Em 2014, já foram registradas seis mortes em instalações da Petrobrás

Protestar contra a crescente insegurança em instalações da Petrobrás. Este é o grande objetivo da paralisação nacional agendada pela Federação Única dos Petroleiros – FUP – para a próxima terça-feira, 2 de setembro. O movimento retoma os protestos pela morte do operador, Antonio Rafael Santana, vítima de explosão ocorrida próxima ao sistema de tocha da Refinaria de Manaus (Reman), no último dia 16 de agosto.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Morte no Sistema Petrobrás: Operador vítima de explosão na Reman não resiste aos ferimentos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Na tarde desta quarta-feira, 20, a FUP foi informada sobre o falecimento do trabalhador que foi vítima de explosão no último sábado 16, na Reman. Antonio Rafael Santana tinha 26 anos, era engenheiro civil, foi admitido como operador da Petrobrás, há um ano e dois meses na área de Urucu, mas trabalhava na refinaria há quatro meses.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Um acidente após o outro. Petroleiros e meio ambiente em risco

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Nas últimas semanas, a FUP noticiou uma série de situações que têm colocado ainda mais em risco os trabalhadores das unidades do Sistema Petrobrás, assim como as comunidades vizinhas e o meio ambiente. Acidentes e incidentes praticamente diários nas refinarias, plataformas e terminais; redução dos efetivos; cortes de custos no Abastecimento; descumprimento das normas de segurança; desmantelamento das brigadas de incêndio; subnotificação de acidentes, entres outros absurdos que a FUP e seus sindicatos constantemente denunciam.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

SINDIPETRO-RN aponta falhas na apuração de acidente e Petrobras se pronuncia

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Acidente PUB III
Chamada: 
Sindicato pede uma apuração mais rígida e apoia decisão do diretor da comissão em não assinar relatório

Em 26 de dezembro de 2011, na PUB-3, uma falha crônica num guindaste mecânicos de modelo HR provocou o movimento brusco do equipamento levando os três petroleiros que estavam à bordo da cestinha caírem de uma altura aproximada de 6 metros. O acidente vitimou fatalmente o técnico de segurança Aldo Dias, e deixou dois feridos, o mecânico Francisco Wilson Vieira e o técnico de operação Pedro Leopoldo da Silveira Neto.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Pais de empregado morto em acidente também serão indenizados

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
ACIDENTE DE TRABALHO
Chamada: 
“A dor moral projeta reflexos sobre todos que estavam vinculados afetivamente ao trabalhador acidentado"

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho restabeleceu decisão de primeiro grau que arbitrou indenização por danos morais em favor dos pais de um trabalhador morto em acidente de trabalho nas dependências da empresa BBA – Indústria Opoterápica Ltda., do Paraná. Na decisão, a Turma não verificou violação à coisa julgada constituída, conforme entendera o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR), por acordo firmado pela viúva e filhos do empregado em outra ação trabalhista.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Acidentes de trabalho mostram despreparo dos empregadores, dizem especialistas

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Treinamento efetivo para funcionários é a principal forma de prevenção de acidentes

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

A cada minuto, uma criança sofre acidente de trabalho, diz OIT

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Relatório da OIT relativo ao Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil mostra que, por ano, mais de 500 mil acidentes envolvem crianças, ou 1.400 por dia

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Acidente na Revap mata um trabalhador e fere gravemente outros dois. Todos terceirizados.

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A FUP tomou conhecimento da ocorrência de mais um acidente fatal de trabalho no Sistema Petrobrás. O acidente foi na unidade HDT de instáveis da Revap, em São José dos Campos, onde aconteceu um vazamento seguido de incêndio no final da tarde desta terça-feira, 17. Um trabalhador morreu e outros dois estão gravemente feridos, com queimaduras generalizadas. Todos eram prestadores de serviço, contratados pela empresa LM. É a segunda morte de trabalhador terceirizado ocorrida este ano na Petrobrás.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo