Pular para o menu

13ª Rodada: Licitação de blocos exploratórios tem 39 solicitações de inscrição em análise

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
13º Leilão
Chamada: 
Até o momento, ANP aprovou pedido de 34 concorrentes que disputarão o certame

Nesta sexta-feira, 28, as cinco empresas restantes, de um total de 39, que manifestaram interesse em participar da 13ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios de petróleo, terão seus pedidos de inscrição analisados pela Agência Nacional de Petróleo – ANP. Todas as demais 34 empresas que tiveram seus pedidos já apreciados, cumpriram os requisitos previstos em Edital e estão aptas a participar do certame, marcado para ocorrer em 7 de outubro.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Leilão é desnacionalização e ameaça à soberania energética

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
11ª Rodada de Licitações
Chamada: 
Com foco no Pré-sal, Petrobrás não parece disposta a adquirir blocos na Bacia Potiguar

Apesar da crise porque passa o setor petrolífero no Rio Grande do Norte, a realização da 11ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios, organizada pela Agência Nacional de Petróleo – ANP, não pode ser considerada um avanço. Esta é a opinião do coordenador geral do SINDIPETRO-RN, José Araújo, para quem “a retomada das licitações é uma ameaça à soberania energética do País já que deverá contribuir com um aumento da desnacionalização do setor”.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Leilão é aumento da desnacionalização e ameaça à soberania energética

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
11ª Rodada de Licitações
Chamada: 
Com foco no Pré-sal, Petrobrás não parece disposta a adquirir blocos na Bacia Potiguar

Apesar da crise porque passa o setor petrolífero no Rio Grande do Norte, a realização da 11ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios, organizada pela Agência Nacional de Petróleo – ANP, não pode ser considerada um avanço. Esta é a opinião do coordenador geral do SINDIPETRO-RN, José Araújo, para quem “a retomada das licitações é uma ameaça à soberania energética do País já que deverá contribuir com um aumento da desnacionalização do setor”.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo