Pular para o menu

Brigada petroleira se mobiliza no Senado contra entrega do Pré-Sal

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Representantes da FUP e de seus sindicatos desembarcaram nesta segunda-feira, 05, em Brasília para mais uma jornada de luta contra o Projeto de Lei Complementar 078/2018, que autoriza a venda de 70% dos cinco bilhões de barris de petróleo do Pré-Sal, que a Petrobrás adquiriu em 2010 através do Contrato de Cessão Onerosa, cujas reservas excedentes podem chegar a 15 bilhões de barris de óleo e gás.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Brigada Petroleira volta a Brasília em defesa dos trabalhadores

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Durante a esta semana, a Brigada Petroleira estará novamente em Brasília para combater o desmonte dos direitos dos trabalhadores e barrar as privatizações que vem ocorrendo no Brasil desde o golpe, em 2016.

Já na segunda-feira, dia 27/08, os petroleiros participam da Reunião do Comitê das Estatais para tratar da audiência pública convocada pelo ministro Ricardo Lewandowski, no dia 29 de junho, e que será realizada dia 28/09 no Superior Tribunal Federal.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Brigada petroleira pressiona e Senado tira da pauta projeto que entrega a cessão onerosa

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Soberania

A FUP e seus sindicatos realizam mais uma força tarefa esta semana em Brasília para impedir a votação no Senado do Projeto de Lei 8.939/17, que autoriza a Petrobrás a abrir mão de 70% dos cinco bilhões de barris de petróleo da Cessão Onerosa do Pré-Sal. De autoria do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), o projeto já foi aprovado a toque de caixa na Câmara e está novamente sofrendo pressão do governo Temer e das petrolíferas estrangeiras para ser votado em regime de urgência também no Senado.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo