Pular para o menu

Gerência repete blá-blá-blá de Parente e confirma venda de campos marítimos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

“Necessidade de acelerar o pagamento das dívidas da Companhia”. Este foi o principal pretexto apresentado pelo gerente geral da UO-RNCE, Tuerte Rolim, para justificar a decisão da Petrobrás de vender 30 campos petrolíferos situados em águas rasas, sendo seis no litoral potiguar. A explicação foi dada ao SINDIPETRO-RN em reunião conjunta, realizada na manhã da última sexta-feira, 11, em Natal. A entidade havia solicitado o encontro a fim de ouvir as alegações da empresa e indagar sobre a situação dos trabalhadores, caso a intenção de venda seja concretizada.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off

Reunião sobre venda de campos marítimos será realizada na próxima sexta-feira, 11

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A esperada reunião do SINDIPETRO-RN com a direção local da Petrobrás para tratar do recente anúncio da intenção de venda de campos marítimos situados em águas rasas já tem data marcada. Conforme ofício encaminhado pela Gerência Geral da UO-RNCE, em resposta à solicitação encaminhada pela Diretoria do Sindicato, o encontro será realizado na próxima sexta-feira, 11, às 11 horas.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Divulgar conteúdo