Pular para o menu

Resultado da Petrobrás no primeiro semestre é superior ao da BP, Chevron e Exxon

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Petrobrás divulgou na noite n última quinta-feira, 06, os resultados operacionais e financeiros do segundo trimestre, registrando um lucro líquido de R$ 531 milhões e R$ 9,5 bilhões de lucro operacional. Levando em conta todo o primeiro semestre de 2015, a estatal alcançou um lucro líquido de R$ 5,8 bilhões e um lucro operacional de R$ 22,8 bilhões.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petrolífera Chevron tenta se livrar de multa bilionária no Equador

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
AMÉRICA LATINA
Chamada: 
O chanceler do País, Ricardo Patiño, afirmou que a Empresa terá a “resposta que merece” do Governo equatoriano

O chanceler do Equador, Ricardo Patiño, afirmou, neste domingo (18) que a petrolífera estadunidense, Chevron, terá a “resposta que merece” por parte do governo equatoriano. De acordo com Patiño, a empresa lançou uma campanha de difamação internacional ao sustentar que o governo está envolvido no julgamento da companhia que provocou danos ambientais incalculáveis em seu país.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

ANP confirma multa de R$ 35 milhões a petroleira Chevron

Publicar no Na Hora: 
off
Chamada: 
O valor corresponde a 24 multas. Mais uma punição, relativa ao abandono de poço, está sendo julgada.

sabela Vieira
Repórter da Agência Brasil


Rio de Janeiro - A Agência Nacional do Petróleo (ANP) multou em R$ 35,1 milhões a petroleira Chevron, que vazou 3,7 mil barris de óleo em 120 quilômetros da costa brasileira, em 2011. A informação foi dada hoje (17) pela presidenta do órgão, Magda Chambriard. O valor corresponde a 24 multas. Mais uma punição, relativa ao abandono de poço, está sendo julgada.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petrobrás rechaça informação apresentada pela Chevron

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
VAZAMENTO
Chamada: 
Companhia anunciou em nota que resíduo coletado não seria de petróleo, mas de um fluído usado em perfuração de poços

Em atenção às notícias de um possível vazamento de petróleo no Campo de Roncador, localizado na Bacia de Campos, a Petrobrás emitiu nota oficial, no último dia 11, comunicando que o resíduo encontrado não se trata de “petróleo proveniente de qualquer reservatório produtor desse campo ou de qualquer outro petróleo produzido na Bacia de Campos”.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Chevron não está apta a prestar o serviço, afirma diretora da ANP

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
CATEGÓRICA
Chamada: 
Nota divulgada pela ANP sobre vazamento de petróleo da Chevron afirma que empresa americana errou

Acompanhando a avaliação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, o documento, que está em revisão final, diz que “Chevron avaliou de forma errônea a pressão para furar o poço no campo de Frade, o que teria gerado o derramamento de novembro”.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Justiça do Equador confirma multa de US$ 9,5 bi a Chevron

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Um tribunal do Equador confirmou, em segunda instância, a multa de U$ 9,5 bilhão contra a petroleira americana Chevron, por danos ambientais na Amazônia equatoriana, revelou nesta terça-feira uma fonte judicial.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Após apurar causas do vazamento, ANP pode autorizar retomada da produção no poço da Chevron

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
INDEFINIÇÃO
Chamada: 
Apuração de responsabilidades pode levar ANP a propor mudanças no marco regulatório brasileiro

Brasília - A Agência Nacional de Petróleo (ANP) não deverá revogar a licença de exploração de petróleo concedida à empresa norte-americana Chevron, responsável pelo acidente que derramou cerca de 440 mil litros de petróleo, o equivalente a 2,4 mil barris, em Campo de Frade, na Bacia de Campos (RJ). A informação foi dada hoje (29) pelo representante da agência Silvio Jablonski, em audiência no Senado Federal.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

ANP suspende atividades de perfuração da Chevron no Campo de Frade

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
ACIDENTE
Chamada: 
Na prática, decisão suspende toda atividade de perfuração da empresa Chevron em todo território nacional

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) determinou nesta quarta-feira a suspensão das atividades de perfuração da Chevron no Campo de Frade, no litoral do Rio de Janeiro, até que sejam identificadas as causas e os responsáveis pelo vazamento de petróleo e restabelecidas as condições de segurança na área. Na prática, a decisão suspende toda atividade de perfuração da Chevron no território nacional.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo