Pular para o menu

Chile: Servidores públicos fazem greve por aumento de salários

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Nesta quinta-feira (6), o setor público chileno encerrou a greve de 24 horas convocada pela Confederação de Trabalhadores (CUT) para rejeitar o fracasso do governo em avançar nos compromissos assumidos previamente sobre o pagamento de dívidas atrasadas e nivelação salarial.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Chile: Os 43 anos do governo socialista de Allende

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
América Latina

Nesta quarta-feira (4), organizações sociais e movimentos chilenos celebraram os 43 anos da chegada do presidente Salvador Allende ao poder. Para marcar a data, as secretarias de Relações Internacionais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e do Partido dos Trabalhadores (PT) realizaram um debate com a presença do sociólogo Emir Sader com o objetivo de compreender a experiência chilena e usá-la como um aprendizado para as esquerdas latino-americanas.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Chilenos querem realização plebiscito como exercício democrático

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Frente "Democracia para o Chile" que aglutina cerca de70 organizações sociais e cidadãs, convocou a uma concentração para a próxima quinta-feira em Santiago para reivindicar o estabelecimento do plebiscito vinculante como exercício democrático.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Educação gratuita 'vence' plebiscito no Chile

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Ao mesmo tempo, estudantes confirmam saída da mesa de negociações com o governo, e Piñera insiste que está aberto ao diálogo

Como esperado, a grande maioria dos que compareceram para votar em um plebiscito extraoficial no Chile apoiaram uma educação gratuita e que dê fim ao lucro abusivo de empresários do setor, reforçando o movimento que há cinco meses luta por reformas.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Chilenos fazem primeira greve geral desde o fim da ditadura

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Os chilenos iniciaram nesta quarta-feira (24) a primeira greve geral, de 48 horas, em duas décadas, desde que terminou a ditadura de Augusto Pinochet (1973 – 1990). A paralisação, convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), é apoiada pela oposição e pelo movimento estudantil, que há três meses faz manifestações em favor de uma educação pública, gratuita e de melhor qualidade.

Além de uma reforma educativa, os grevistas exigem reformas tributárias, trabalhistas e constitucionais.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Chile: Cresce adesão à paralisação nacional de trabalhadores

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A apenas 48 horas da paralisação nacional dos trabalhadores chilenos, a adesão de novos grupos estudantis, ambientalistas, trabalhistas e humanitários só aumenta. O presidente da Central Unitária dos Trabalhadores (CUT), Arturo Martínez, diz que já há mais de 80 organizações sociais apoiando o ato, além de um amplo grupo de partidos de oposição.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Estudantes e sindicatos chilenos marcam novos protestos para próxima semana

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Mobilização iniciada em torno do modelo educacional se amplia após três meses. Estudantes consideram saldo positivo

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Estudantes protestam no Chile contra venda de universidade

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

14 de abril de 2011, 10:28Santiago do Chile, 14 abr (Prensa Latina) Milhares de estudantes da Universidade Central do Chile protagonizam ações de protesto nesta capital contra a venda de 50 por cento dessa casa de estudos a uma empresa privada.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo