Pular para o menu

SINDIPETRO-RN apoia campanha de combate à corrupção

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Dez Medidas
Chamada: 
Ministério Público Federal pretende arrecadar 1,5 milhão de assinaturas para Projeto

Em atendimento a uma convocação feita pela Procuradoria Regional do Trabalho, junto ao Movimento Articulado de Combate à Corrupção, diversos sindicatos de trabalhadores, dentre eles, o SINDIPETRO-RN, compareceram ao MPT/RN, no último dia 27 de agosto, para discutir a adesão à campanha “Dez medidas contra a corrupção”, de iniciativa do Ministério Público Federal – MPF.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Democratizar a gestão da Petrobrás é fundamental para combater a corrupção

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
BRASIL

Mais de duas semanas após a FUP ter cobrado da presidente da Petrobrás  acesso e participação nas investigações internas que apuram irregularidades na empresa, nenhuma resposta foi dada às representações sindicais. As propostas apresentadas pelos trabalhadores para combate à corrupção também foram solenemente ignoradas por Graça Foster. Esta tem sido a cultura perpetuada na Petrobrás desde os anos da ditadura militar: manter  os trabalhadores à margem dos processos decisórios e dotar de super poderes os  gestores.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Prioridade da FUP é fortalecer os trabalhadores e a Petrobrás na luta contra a corrupção

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Dando sequência à reunião com a Presidência da Petrobrás, ocorrida no último dia 21, a FUP encaminhou  à Graça Foster documento reiterando as propostas apresentadas pelos trabalhadores para fortalecer a empresa na luta contra a corrupção. Uma das principais cobranças é a participação nas comissões internas da empresa que estão investigando os fatos apurados pela Operação Lava Jato e as denúncias de irregularidade no contrato com a SBM.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Juízes são despreparados para combater assédio moral nos locais de trabalho

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Segundo especialistas, a organização das rotinas de atividades, somada à imaturidade e ao conservadorismo do Judiciário contribuem para o aumento dos casos de adoecimento

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

SINDIPETRO-RN vence mais uma batalha judicial no combate à precarização

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
EXTERRAN
Chamada: 
Empresa mantinha acordo rebaixado com o Sindicato dos Metalúrgicos, desrespeitando unicidade sindical

A Justiça do Trabalho julgou procedente a ação coletiva movida pelo SINDIPETRO-RN, em desfavor da EXTERRAN Serviço de Óleo e Gás Ltda. e, de forma subsidiária, também condenou a Petrobrás ao pagamento de todas as verbas decorrentes da sentença, em caso de inadimplemento por parte da reclamada principal.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Jô propõe criação do Fundo Orçamentário para combater violência

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência Contra a Mulher, Jô Moraes (MG), apresentou proposta de criação de um Grupo de Trabalho (GT) para estudar e elaborar uma proposta de um Fundo Orçamentário no orçamento da União para combater a violência contra a mulher. A parlamentar identifica a falta de recursos com um dos principais problemas para o enfrentamento da violência contra a mulher.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Audiência pública define propostas de combate ao trabalho escravo

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) realiza nesta quarta (14), a partir das 14h, no plenário 9 do Anexo II, audiência pública para avaliar situação e definir propostas de enfrentamento das violações de direitos humanos de trabalhadores estrangeiros no Brasil e do tráfico de brasileiros para exploração em outros países.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo