Pular para o menu

Defesa

SINDIPETRO-RN participa do Comitê Norte-rio-grandense em Defesa da Democracia e do Estado Democrático de Direito

Publicar no Na Hora: 
off

10/01/2018 - Sindicato conclama petroleiros à jornada de lutas em defesa do Estado Democrático de Direito

10/01/2018 - Sindicalistas lançam campanha para mostrar 'inconsistências' contra Lula

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Sindicato conclama petroleiros à jornada de lutas em defesa do Estado Democrático de Direito

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O SINDIPETRO-RN participa do Comitê Norte-rio-grandense em Defesa da Democracia e do Estado Democrático de Direito. A decisão de se integrar ao Coletivo foi tomada pela Direção Executiva da entidade e deverá ser ratificada em reunião do Colegiado, prevista para acontecer na manhã desta sexta-feira, 12, em Natal.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

32º CEPETRO-RN: Resistência e luta em defesa dos direitos, da democracia e da soberania

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN está convocando a categoria petroleira norte-rio-grandense para participar massivamente do 32º Congresso Estadual dos Petroleiros e Petroleiras do Rio Grande do Norte – 32º CEPETRO-RN. O evento acontece nesse sábado, 3 de junho, das 9h às 17h30, no Auditório do Parque da Cidade “Dom Nivaldo Monte”, em Natal, em um momento particularmente grave da história política do país.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros participam de ato em Brasília nesta terça em defesa do Pré-Sal e contra a retirada de direitos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Petroleiros da FUP e de seus sindicatos participam nesta terça-feira, 23, de ato em Brasília contra os projetos de lei 4567, 257 e 241, que representam um retrocesso imenso para o país. O ato, terá início às 14h, em frente ao Anexo II, da Câmara dos Deputados Federias e depois prossegue às 17h, em frente ao Palácio do Itamaraty.

Entenda o teor dos projetos e por que os trabalhadores e movimentos sociais devem resistir para que não sejam aprovados no Congresso Nacional:

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Assembleias no RN prosseguem aprovando greve em defesa da Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Por ampla maioria, os petroleiros e petroleiras norte-rio-grandenses prosseguem aprovando a realização de um Dia Nacional de Luta, ainda neste mês de julho, e de uma Greve, com cinco dias de duração. A mobilização rechaça a decisão da Direção da Petrobrás de vender campos petrolíferos e outros ativos, buscando barrar o processo de desmonte da companhia.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros aprovam plano de luta em defesa do pré-sal e da Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Após três dias de intenso debate, os trabalhadores do Sistema Petrobrás eleitos em suas bases para a 6ª Plenária Nacional da FUP aprovaram um amplo calendário de lutas para barrar o desmonte da empresa e a entrega do Pré-Sal.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Plenafup discute defesa do pré-sal como disputa estratégica da classe trabalhadora

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Painel de debate na manhã de hoje na VI Plenafup mostrou o modo como o setor petróleo é utilizado no jogo global do capitalismo. De diferentes maneiras, os expositores defenderam uma atuação mais internacional dos trabalhadores para disputar as riquezas produzidas pelo petróleo para promover a inclusão social, e não apenas no Brasil.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Nocaute: Fernando Morais entra na briga em defesa do Pré-Sal

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O jornalista e escritor Fernando Morais publicou neste fim de semanauma série de vídeos em defesa do Pré-Sal no facebook do Nocaute, seu mais novo projeto de reportagens e textos que serão produzidos especialmente para a internet. O engajamento dele dará mais visibilidade à luta dos petroleiros contra o Projeto de Lei 4567/16, que está em vias de ser aprovado na Câmara dos Deputados Federais.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Sindipetros do Norte e Nordeste debatem estratégias em defesa dos campos terrestres

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Reforçar a mobilização da categoria petroleira e estreitar os laços com a sociedade civil fortalecendo o processo de luta em defesa dos campos terrestres e contra o desmanche e a venda de ativos da Petrobrás. Esta foi a orientação geral aprovada pelos sindicatos de petroleiros do ES, BA, PE/PB, RN e CE/PI, em reunião realizada na última sexta-feira, 1º, na sede do SINDIPETRO-CE/PI, em Fortaleza (CE).

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

SINDIPETRO-RN lança NOTA PÚBLICA sobre balanço da Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Na Luta
Chamada: 
"Tentam insinuar que prejuízo tem a ver com a expectativa de derrota em demandas trabalhistas"

No momento em que a Petrobrás sofre os mais duros e agressivos ataques a sua integridade enquanto empresa pública nacional responsável pela nossa soberania energética, a gestão neoliberal da Companhia anunciou na última segunda-feira, 21, um prejuízo de 34,8 bilhões de reais provocados, segundo o balanço, pela desvalorização dos ativos em função da queda dos preços do petróleo no mercado global e pelas despesas com juros da divida por conta da alta do dólar.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:
Divulgar conteúdo