Pular para o menu

Direitos

Contribuição sindical: saiba como fortalecer nossa luta

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A contribuição sindical que tinha o caráter obrigatório de imposto perdeu esta característica este ano com o advento da “reforma trabalhista”. Dessa forma, os sindicatos que de fato lutam em prol dos trabalhadores também são afetados com a diminuição de suas receitas.

Imagem para destaque: 
destaque
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Marco Aurélio suspende cessão de direitos de exploração para Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Justiça
Chamada: 
STF acatou pedido do Partido do PT e derrubou os efeitos do Decreto 9.355 por liminar

O texto foi publicado em abril deste ano pelo governo Michel Temer com a intenção de estabelecer novas regras de governança, transparência e boas práticas para a venda de campos e blocos exploratórios da Petrobras

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
(foto: Evaristo Sá/AFP)
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Acordo conquistado em 2017 preserva direitos e garante reajuste de 4,19%

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em meio a uma série de ataques contra a classe trabalhadora, os petroleiros conseguiram preservar os principais direitos da categoria, ao renovarem em 2017 o Acordo Coletivo de Trabalho por mais dois anos, com reposição da inflação pelo IPCA.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petrobrás: campanha marcada pela insegurança barrou retrocessos e assegurou direitos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Iniciada em 18 de agosto, com a entrega da pauta dos trabalhadores à Direção da Petrobrás, a Campanha Reivindicatória-2017 teve que conviver com situações de grande insegurança jurídica, fruto do golpe que feriu a democracia e que tem feito retroceder importantes conquistas do povo brasileiro. Mas, apesar disso, o movimento conseguiu barrar retrocessos e assegurar direitos. 

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

CTB repudia comentário da Folha e avisa: “Não negociamos direitos da classe trabalhadora”

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTB repudia insinuação publicada nesta quinta-feira (7) na coluna Painel da Folha de S. Paulo.

É irresponsável a manipulação das informações sobre uma negociação em que o governo liberará recursos em troca de apoio para a reforma da Previdência.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

E agora Petrobrás? FUP propõe nova formatação para o ACT que preserva todos os direitos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Uma das alegações da Petrobrás para tentar justificar sua contraproposta que reduz direitos é o tamanho excessivo do Acordo Coletivo, que conta hoje com 182 cláusulas. Para acabar com a polêmica, a FUP protocolou nesta quarta-feira, 11, junto ao RH, uma nova formatação para o acordo, com 102 cláusulas, divididas em 10 capítulos que mantêm na íntegra todos os direitos previstos no ACT 2015-2017.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

CTB: Uma reforma que assalta direitos e fere de morte a nação

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A aprovação do PLC 38, nesta terça-feira (11), que rasga a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e acaba com conquistas históricas da classe trabalhadora, não ataca somente direitos, ela assalta e fere de morte a nação.

A Reforma Trabalhista aprovada ataca frontalmente nosso povo e mina qualquer projeto de retomada do crescimento que tenha por centro a geração de emprego, o respeito à saúde da classe trabalhadora, a distribuição de renda e o combate à pobreza no Brasil.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

32º CEPETRO-RN: Resistência e luta em defesa dos direitos, da democracia e da soberania

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN está convocando a categoria petroleira norte-rio-grandense para participar massivamente do 32º Congresso Estadual dos Petroleiros e Petroleiras do Rio Grande do Norte – 32º CEPETRO-RN. O evento acontece nesse sábado, 3 de junho, das 9h às 17h30, no Auditório do Parque da Cidade “Dom Nivaldo Monte”, em Natal, em um momento particularmente grave da história política do país.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mobilizar a classe trabalhadora e barrar ataques aos direitos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
#OcupaBrasília
Chamada: 
Em curso a privatização do maior programa de distribuição de renda e inclusão social do país

A Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16) aprovou na noite desta quarta-feira (3), por 23 votos a 14, o relatório do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). A votação em Plenário vai exigir 308 votos e o governo terá dificuldades para conquistá-los.

A greve geral do dia 28 de abril, diante das ameaças de retrocesso, deve sinalizar para a convocação de uma nova GREVE GERAL, dessa vez por mais dias.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

GREVE GERAL ganha força no RN

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Além dos petroleiros, trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias profissionais do Rio Grande do Norte já decidiram aderir à greve geral nacional convocada pelas centrais sindicais brasileiras para esta sexta-feira, 28 de abril.  

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FBP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo