Pular para o menu

Governo Dilma

Dilma tranquiliza centrais: não haverá reforma trabalhista

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
CENTRAIS SINDICAIS
Chamada: 
Líderes das seis Centrais Sindicais reconhecidas pelo governo cobram de Dilma mais diálogo com os trabalhadores

Nesta quarta-feira (14), líderes das seis centrais sindicais reconhecidas pelo governo foram recebidos pela presidente Dilma Rousseff, que durante mais de duas horas ouviu a pauta de reivindicações da classe trabalhadora e garantiu: durante seu governo não haverá qualquer tipo de reforma trabalhista.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Centrais Sindicais emitem nota em solidariedade a Lupi

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Por conta da matéria publicada pela revista Veja, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e demais centrais sindicais divulgaram nota em solidariedade ao ministro do Trabalho e Renda, Carlos Lupi. Na edição desta semana do semanário, há acusações contra o assessor especial e coordenador-geral de Qualificação do Ministério do Trabalho, Anderson Alexandre Santos, de operar um esquema de cobrança de propina de organizações não governamentais (ONGs).

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Senado rejeita 'sigilo eterno' para documentos do Estado brasileiro

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O substitutivo do senador Fernando Collor (PTB-AL) à chamada Lei de Acesso às Informações Públicas foi rejeitado por 43 votos a nove no Senado nesta terça-feira (25). Com isso, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 41/10 em questão foi analisado e aprovado da forma como definido pelos deputados. Com isso, documentos ultrassecretos do Estado brasileiro terão prazo máximo de 25 anos para publicação.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Após queda de ministro, 'grita da imprensa' acaba, aponta Diap

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Com saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte após duas semanas de denúncias divulgada pela mídia sobre suspeitas de irregularidades na pasta, o assunto deve desaparecer quase instantaneamente do noticiário.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Seminário no Planalto debate sobre nova classe média

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
NOVA PROTAGONISTA
Chamada: 
Sem movimentos sindicais, Planalto promove pela 1ª vez discussão sobre perfil do novo segmento

Nesta segunda-feira, dia 8, o Planalto discutiu pela primeira vez o que a presidente Dilma Rousseff chama de nova classe média, segmento ao qual vem procurando dar maior atenção nas ações do governo. O seminário, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) discutiu as características deste novo segmento sócio-econômico em meio a intelectuais e economistas, mas esqueceu-se de chamar ao debate líderes do movimento sindical, que junto ao presidente Lula, despontou e valorizou a camada emergente.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Senadora Gleisi Hoffmann é a nova chefe da Casa Civil

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A presidenta Dilma Rousseff convidou a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) para ocupar a Casa Civil, no lugar de Antonio Palocci. A senadora é filiada ao partido desde 1989 e, em 2002, compôs a equipe de transição do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela é mulher do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e assumiu a presidência do PT no Paraná em 2008.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Dilma: Câmara de Políticas de Gestão aumentará competitividade

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Ao comentar a criação da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade, a presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda (16) que quer que o governo funcione com eficiência máxima. O objetivo do órgão é aprimorar a gestão do serviço público.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Dilma libera recursos e destaca papel estratégico dos municípios

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Durante participação na abertura da 14ª Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, nesta terça-feira (10), a presidente Dilma Rousseff anunciou que serão liberados aos municípios R$ 750 milhões para pagamento de obras já iniciadas ou com execução autorizada, sendo R$ 520 milhões imediatamente e os R$ 230 milhões restantes no próximo dia 6 de junho.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Governo vai conceder 75 mil bolsas de estudo no exterior até 2014

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (9) que o governo pretende conceder 75 mil bolsas de estudo no exterior até 2014. Segundo ela, cerca de 5 mil brasileiros estudam atualmente em países como a Alemanha, França e Estados Unidos. “É um desafio grande, mas podemos alcançá-lo”, disse.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petrobras vai ampliar a participação na produção do etanol

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Petrobras vai aumentar a participação da estatal na cadeia de produção de etanol. A empresa é hoje responsável por 5% de toda produção do país e pretende aumentar essa parcela para 15% até o fim do governo de Dilma Rousseff.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo