Pular para o menu

Greenpeace e Petrobras divergem sobre Abrolhos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (25), o Greenpeace afirma que a Petrobras, em resposta a carta enviada pela entidade em 26 de julho, defende sua atuação em torno do Parque Nacional Marinho de Abrolhos, no Sul do litoral da Bahia, respeitando um raio de 50 km em torno da região. A posição da Petrobras vai de encontro à reivindicação do Greenpeace, que propõe uma moratória de exploração de petróleo e gás por 20 anos em uma zona de 93 mil quilômetros quadrados.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo