Pular para o menu

Produção de Etanol: Mais máquinas, mesma exploração

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Segundo pesquisadora, ainda resta o suplício aos cortadores de cana que permanecem no trabalho

A mecanização da colheita da cana-de-açúcar tem levado uma parcela significativa de ex-cortadores de cana-de-açúcar a perderem seus empregos. Desde 2007, foram fechados no estado de São Paulo, cerca de 40 mil postos de trabalho no corte da cana, segundo o professor do departamento de Economia Rural da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), José Giacomo Baccarin.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo