Pular para o menu

Paralisação

Greve tem início com paralisação no Canto do Amaro e suspensão da emissão de PTs em todo o Estado

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

No Rio Grande do Norte, conforme aprovado amplamente pela categoria, a greve em defesa da Petrobrás, contra a privatização de campos petrolíferos e de outros ativos, teve início nesta segunda-feira, 1º de agosto. O estopim do movimento está sendo o campo de Canto do Amaro, um dos maiores do país, situado na região oeste do Estado. Nessa área, petroleiros e petroleiras cruzaram os braços a partir da zero hora.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros em greve nesta sexta-feira, 10

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN está comunicando à população norte-rio-grandense a realização de uma paralisação de 24 horas, nesta sexta-feira, 10 de junho. O movimento visa defender a integridade do Sistema Petrobrás e a manutenção do regime de partilha no pré-sal, ameaçadas pelo governo ilegítimo de Michel Temer. A categoria petroleira também critica a nova direção da Petrobrás, encabeçada por Pedro Parente, que é réu em ações movidas por prejuízos causados à Companhia.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Trabalhadores petroleiros fazem paralisação em São Mateus

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Espírito Santo
Chamada: 
Movimento na Base 61 protestou contra a venda de ativos e demissões na Petrobrás

O Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (SINDIPETRO-ES) realizou, na última sexta-feira, 18, um Dia de Paralisação na Base 61 em São Mateus. Nos protestos estavam, especialmente, a venda de ativos anunciada pela Petrobrás e a demissão de trabalhadores de empresas terceirizadas.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Justiça paralisa sonda operada pela NIC do Brasil em Mossoró

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Setor Privado
Chamada: 
Atividades foram interrompidas após acatamento de pedido de reintegração de posse

Trabalhadores da sonda perfuração da empresa NIC do Brasil, que opera em Mossoró, foram surpreendidos com uma ordem de busca e apreensão entregue por um oficial do Ministério Público. As atividades foram paralisadas desde às 16h de quarta-feira, 5, após o pedido de reintegração de posse da sonda, que havia sido solicitado pela empresa de engenharia RAL, ser acatado pela Justiça.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Pelo fim do ADM no Campo bases remotas paralisam atividades

Publicar no Na Hora: 
off

Decididos a combater a prática do Regime Administrativo no campo, trabalhadores da Petrobrás das bases do Alto do Rodrigues (ATP), UTE-JSP, Canto do Amaro e Fazenda Belém iniciaram uma paralisação de advertência, nesta quarta-feira, 27. Com duração de 48 horas, a mobilização é articulada pelo SINDIPETRO-RN e conta com o apoio do SINDIPETRO-CE/PI, que também representa trabalhadores lotados na área de abrangência da UO-RNCE.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Paralisação realizada no Alto do Rodrigues
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Trabalhadores mobilizados pelo fim do Administrativo no Campo: paralisação de advertência dias 27 e 28!

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Trabalhadores das bases do Alto do Rodrigues (ATP), da UTE-JSP, Canto do Amaro e Fazenda Belém já confirmaram: nos próximos dias 27 e 28 de maio vão realizar paralisações de advertência pelo fim do Regime Administrativo no Campo. O foco da mobilização é a implantação imediata de um regime especial para bases remotas nos campos terrestres de produção e terminais. 
Depois de três reuniões, a Petrobrás continua se negando a atender a reivindicação e insiste em implantar uma escala de 8 x 6.
Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Terceirizados da Petrobras param

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

No início da noite, através de nota, a Petrobras informou que atua junto às empresas prestadoras de serviço como dispõe a legislação pertinente e de acordo com os contratos assinados e que, no caso em questão, “todos os repasses financeiros relativos aos serviços prestados pela empresa foram realizados”. A empresa informou também que está buscando “minimizar os impactos para os trabalhadores e para as operações da companhia, respeitando as condições que o contrato e a legislação impõem”. 

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Marcos Garcia / Tribuna
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Trabalhadores da Empercom entram em greve cobrando pagamento de salários

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
SETOR PRIVADO
Chamada: 
Empresa vem desrespeitando direitos trabalhistas continuamente sem que a Petrobrás tome uma atitude efetiva

Trabalhadores e trabalhadoras da Empercom estão em greve por tempo indeterminado. O movimento foi deflagrado nesta terça-feira, 8 de abril, em protesto contra o atraso no pagamento dos salários, referentes ao mês de março. Os empregados decidiram só retornar às atividades quando a empresa quitar a dívida.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Trabalhadores da Empercom aprovam greve por tempo indeterminado

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Acordo Coletivo
Chamada: 
Segunda proposta apresenta não apresenta avanços significativos

Os trabalhadores da Empercom aprovaram por unanimidade, em assembleias realizadas no período de 17 a 21 de fevereiro, greve por tempo indeterminado pela apresentação de uma proposta justa para contemplação do ACT 2013/2014. Com data-base para setembro, o último documento da Empresa ficou muito aquém do reivindicado: sem reajuste salarial e de benefícios.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Empercom efetua pagamento de adicional de produtividade e trabalhadores suspendem paralisação

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
SETOR PRIVADO
Chamada: 
Assembleias para avaliação de proposta de Acordo Coletivo prosseguem até sexta, 21

Diante da iminência de uma paralisação, a Empercom resolveu efetuar o pagamento da produtividade e se comprometeu em regularizar o plano de saúde até esta quinta-feira, 20. O comunicado foi feito no final da tarde de ontem, 17, ao diretor do Setor Privado do SINDIPETRO-RN, Manoel Assunção, e ao Secretário-Geral, Márcio Dias. Apesar da atividade de advertência ter sido suspensa, as assembleias previstas prosseguem até esta sexta-feira, avaliando a proposta da Empresa para contemplação do Acordo Coletivo de Trabalho 2013/2014.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo/Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo