Pular para o menu

Contra o golpe, petroleiros paralisam atividades na próxima terça-feira, 10 de maio

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Reunido na última quarta-feira, 4 de maio, no Rio de Janeiro, o Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros – FUP – bateu o martelo: paralisação nacional da categoria, na próxima terça-feira, 10 de maio. A decisão leva petroleiros e petroleiras a se incorporarem ao Dia Nacional de Luta contra o golpe, por democracia, soberania e em defesa da Petrobrás, que está sendo proposto pelas Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, e que contará com a participação de diversas categorias de trabalhadores e segmentos sociais.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros do RN paralisam atividades e promovem protestos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Campanha Reivindicatória
Chamada: 
Movimento defende Petrobrás, pré-sal e repudia novo Plano de Negócios da estatal

A categoria petroleira norte-rio-grandense compreendeu a gravidade do momento político e atendeu ao chamamento do SINDIPETRO-RN, incorporando-se à greve nacional de 24 horas, que está sendo realizada nesta sexta-feira, 24 de julho. O movimento integra a agenda da Campanha Reivindicatória-2015 dos trabalhadores do Sistema Petrobrás e acontece em todas as unidades administrativas e operacionais da Companhia.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Trabalhadores terceirizados do Ministério da Justiça paralisam atividades

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Agência Brasil

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Juízes federais paralisam atividades reivindicando reajustes salariais

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em movimento trabalhista buscando melhorias salariais, juízes federais e trabalahdores da área prometem paralisar suas atividades na próxima quarta e quinta-feira, dias 7 e 8 de novembro, para dar visibilidade à causa. Estão à frente do movimento duas das maiores entidades de classe das categorais, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo