Pular para o menu

Que sirva de alerta: mexeu com meu amigo, mexeu comigo!

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O recado foi dado. A pronta reação desfechada pelo SINDIPETRO-RN e a disposição de luta demonstrada pelos trabalhadores e trabalhadoras do Polo Industrial de Guamaré e das plataformas marítimas comprovam que a categoria petroleira não reagirá passivamente. Ameaças, chantagens e punições a participantes da greve realizada em novembro serão respondidas coletivamente e de maneira firme. Tal como ocorreu nesta quinta-feira, 3, na sede da Petrobrás, em Natal.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Alexandre Domingos
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petrobrás pune de novo! Petroleiros da Bacia de Campos denunciam retaliação da empresa

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O Sindipetro-NF recebeu na tarde desta sexta-feira, 02, a informação de que a Petrobrás está aplicando punições a alguns petroleiros que participaram de movimento grevista no último dia 22, na Bacia de Campos. Oito trabalhadores, que aderiram a greve do dia 22 em duas plataformas, (PVM-2 e Pargo) estão sendo atingidos por suspensões e por advertências.

Dois dos casos de punição, no entanto, foram confirmado pelo próprio sindicato, com o acompanhamento dos diretores.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mobilização da Reduc reverte punições

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Embora a gerência da Reduc tenha cancelado as 10 punições aplicadas a empregados próprios, os cerca de 160 trabalhadores da Manutenção Industrial decidiram, por ampla maioria, em assembleia realizada na quinta-feira, 9 de junho, manter as mobilizações operação padrão e hora certa, bem como o não atendimento dos serviços de manutenção à noite e nos finais de semana e o fim dos horários das 14:30 às 23:30 horas e das 17:30 às 04:30 horas, enquanto as 8 demissões de trabalhadores das empresas Estrutural e Cegelec não forem revistas, tendo em vista que o Sindipetro

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Trabalhadores da manutenção da Reduc ameaçam entrar em greve contra punições

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Cerca de 180 trabalhadores próprios da Manutenção Industrial da Reduc aprovaram em assembléia nesta sexta-feira, 03, estado de greve e mobilizações diárias em repúdio à série de punições que a gerência do setor realizou nos últimos dias. Dezenove petroleiros da refinaria foram punidos arbitrariamente pela gerência da Manutenção Industrial, sendo que três deles demitidos. Dez trabalhadores punidos são do efetivo próprio – oito técnicos de manutenção e dois engenheiros – e os outros nove de empresas terceirizadas, inclusive os três que foram demitidos.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo