Pular para o menu

Jornal DeFato: Petrobras silencia sobre venda do polo Riacho da Forquilha, na bacia Potiguar

Publicar no Na Hora: 
off

A Petrobras silenciou totalmente sobre a venda do polo Riacho da Forquilha, localizado na bacia potiguar, para a empresa 3R Petroleum.

A estatal não se pronunciou quando a Justiça do Trabalho anulou a venda do polo e está se mantendo calada diante da informação de que a 3R Petroleum estaria desistindo do negócio.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Riacho da Forquilha: Sindicato repudia a venda e quer mais esclarecimentos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN encaminhou correspondência na manhã desta quinta-feira, 29, solicitando informações à empresa 3R Petroleum. Conforme divulgação da Petrobrás, a 3R adquiriu 34 concessões de exploração de petróleo em campos operados pela companhia, na área denominada de Polo Riacho da Forquilha, no Estado do RN, pelo valor de US$ 453,1 milhões.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Christian Vasconcelos
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petrobrás anuncia venda do Polo Riacho da Forquilha

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Petrobrás anunciou nesta quarta-feira, 28, a cessão de sua participação total em 34 campos de produção terrestres, localizados na Bacia Potiguar, para a empresa 3R Petroleum. A informação foi publicada como “Fato Relevante” na página que a companhia mantém para relacionamento com investidores (http://www.investidorpetrobras.com.br).

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Microempresa compra Riacho da Forquilha por US$ 453 milhões

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

De acordo com informações divulgadas pela Petrobrás nesta quarta-feira, 28, a nova detentora das 34 concessões de campos de petróleo situadas no Polo Riacho da Forquilha, no Rio Grande do Norte, será a empresa 3R Petroleum. O valor informado da transação foi de US$ 453,1 milhões, envolvendo uma área com produção diária de 6 mil barris.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Riacho da Forquilha e Lorena mobilizados contra a venda de campos petrolíferos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O quarto dia de greve dos petroleiros norte-rio-grandenses foi marcado pela paralisação massiva de trabalhadores e trabalhadoras lotados nos campos petrolíferos de Riacho da Forquilha e Lorena. Em Riacho da Forquilha, área que a Petrobrás está colocando à venda, a categoria cruzou os braços durante toda a manhã desta quinta-feira, 4.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Reforma do restaurante de Riacho da Forquilha já entra no quarto mês

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Passos de tartaruga
Chamada: 
Trabalhadores têm feito refeições de forma improvisada em um antigo auditório

“A passos de tartaruga!”. É assim que os trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás descrevem o andamento das obras de reforma das instalações do restaurante do Campo de Produção de Riacho da Forquilha, localizado no município de Apodi (RN). Com mais de quatro meses de duração, a empreitada obriga cerca de 80 pessoas a fazerem suas refeições, de forma improvisada, em um antigo auditório. Em nome da categoria, que já está se sentindo incomodada com a situação, o Sindicato cobra ao SOP-SG mais agilidade na conclusão dos trabalhos.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Lorena, Riacho da Forquilha e Canto do Amaro dizem não à proposta da Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Campanha Reivindicatória
Chamada: 
Rejeição teve percentual superior a 92% e petroleiros seguem firmes na luta

Com um percentual superior a 92%, petroleiros e petroleiras das bases de Lorena, Riacho da Forquilha e Canto do Amaro rejeitaram a proposta salarial apesentada pela Petrobrás. Em assembleias realizadas nesta quarta-feira, 17, a categoria foi quase unânime ao considerar insuficiente o reajuste oferecido pela Companhia, cujo ganho real varia entre 0,79% e 1%. A decisão segue o indicativo do SINDIPETRO-RN e do Conselho Deliberativo da FUP.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Canto do Amaro e Riacho da Forquilha debatem campanha salarial, regimes e insegurança

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Assembleias
Chamada: 
Trabalhadores solidários com a realização do Dia Nacional de Luta pelo Direito à Vida

Em assembleias promovidas pelo SINDIPETRO-RN nesta quinta-feira, 28, trabalhadores e trabalhadoras dos campos terrestres de Riacho da Forquilha e Canto do Amaro debateram o fim do Regime Administrativo no campo, o andamento da Campanha Salarial-2014 e se solidarizaram com a realização do “Dia Nacional de Luta pelo Direito à Vida”, marcado para a próxima terça-feira, 2/09.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Poços de petróleo de Riacho da Forquilha estão sem manutenção

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
EXPLICAÇÃO
Chamada: 
O Sindicato exige que a Petrobrás explique à sociedade o porquê de estar ‘boicotando’ a produção local

Em visita de rotina às áreas, como está acontecendo no Riacho da Forquilha, o SINDIPETRO-RN constatou que a Petrobrás não está fazendo a manutenção dos poços de Petróleo.  A atitude vista de maneira isolada já seria preocupante, pois faz que a produção diminua. Alinhada com outros fatores, demonstra uma inércia proposital por parte da Empresa. Some-se a isso o fato de que novos poços não são perfurados em solo potiguar, o que é ratificado pela saída de cerca de nove sondas de perfuração do RN.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Lorena e Riacho da Forquilha reforçarão movimento nacional

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Participação nos Lucros
Chamada: 
Decisões foram tomadas por unanimidade em assembleias realizadas nesta quarta-feira, 16 de janeiro

Tiveram prosseguimento, na manhã desta quarta-feira, 16, as manifestações da categoria petroleira norte-rio-grandense em defesa de uma PLR-2012 com valor máximo e igual para todos e da abertura de um processo democrático de negociação visando o regramento do pagamento das PLRs futuras.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo