Pular para o menu

Base-34 rejeita proposta salarial da Petrobrás por unanimidade

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Campanha Reivindicatória
Chamada: 
No Rio Grande do Norte, as sessões deliberativas encerram-se nesta quinta-feira, 18

Petroleiros e petroleiras da Base-34 rejeitaram, por unanimidade, a proposta salarial 2014/2015 apresentada pela Petrobrás. A decisão foi tomada em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira, 18, na sede administrativa da Empresa, em Mossoró. A categoria levou em consideração que o ganho real proposto, entre 0,79% e 1%, está muito distante do índice pleiteado (5,5%) e também da média dos aumentos concedidos nas últimas campanhas reivindicatórias.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Por melhores salários e condições de trabalho, contra o PL 4330 e o leilão de Libra!

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Todos à greve! Todos à vitória!
Chamada: 
O movimento deve abranger as áreas administrativas e operacionais

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN conclama a categoria petroleira norte-rio-grandense a estreitar os laços de união e paralisar as atividades a partir da zero hora desta quinta-feira, 17 de outubro, fortalecendo a greve nacional unificada, com parada de produção, por tempo indeterminado. O movimento deve abranger as áreas administrativas e operacionais, envolvendo trabalhadores do Sistema Petrobrás e de empresas terceirizadas.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
SINDIPETRO-RN
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Acordo salarial é aprovado com mais de 70% de aceitação

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

FUP

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Calendário de luta dos petroleiros inicia com entrega de pauta e mobilizações

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Campanha Reivindicatória
Chamada: 
Dia 31 de agosto a pauta dos trabalhadores será entregue à empresa e tem início as mobilizações

Aprovado no dia 24 de agosto, durante a Plenária Nacional da FUP, o calendário de lutas para a campanha salarial dos petroleiros e petroleiras tem início no dia 31, com a entrega da pauta à Petrobrás e uma grande mobilização nacional da categoria. Federação e sindicatos também definiram o dia 11 de setembro como data-limite para a empresa apresentar uma contraproposta aos trabalhadores. Os principais eixos da campanha, que tem como alvo as cláusulas econômicas do Acordo Coletivo de Trabalho 2011-2013, são: reaj

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo