Pular para o menu

NIC do Brasil retoma atividades de perfuração em Mossoró

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Setor Privado
Chamada: 
Operações da Terceirizada no local deverão começar no fim da primeira quinzena de dezembro

A empresa NIC do Brasil já começou a atividade de Desmonte, Transporte e Montagem – DTM da sonda de perfuração que será instalada no Canto do Amaro. A informação foi repassada ao SINDIPETRO-RN por representantes da terceirizada, em reunião realizada no dia 1º de dezembro. O inicio das operações deverá ocorrer ainda este mês e será precedido de inspeções técnicas com supervisão da Petrobras. Segundo o diretor do SINDIPETRO-RN, Manoel Assunção, esse acompanhamento da Companhia é essencial.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Contraproposta da Empresa é rejeitada e impasse continua

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
BAKER/BJ
Chamada: 
Sindicato se reuniu com a terceirizada na última sexta-feira, 7, para discutir desobediências ao Acordo

O SINDIPETRO-RN se reuniu na última sexta-feira, 7, com representantes do RH e do Departamento Jurídico da Baker/BJ e da Federação Única dos Petroleiros - FUP. Em pauta, os constantes descumprimentos de acordo por parte da Empresa no Estado, assim como a desobediência à jornada de trabalho prevista no ACT; o não pagamento de alguns adicionais e horas-extras. As principais queixas vêm dos que trabalham on-shore. A Empresa deve avaliar os pontos apresentados e dar um retorno em breve.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Sindicato saúda petroleiros da UTC e conclama à discussão do ACT

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Bem-vindos!
Chamada: 
Reunião foi realizada na sede da empresa, na manhã desta terça-feira, 15 de julho

O SINDIPETRO-RN saudou, nesta terça-feira, 15, trabalhadores e trabalhadoras da UTC Óleo e Gás. Com aproximadamente 70 funcionários, a empresa firmou, recentemente, contrato de produção e exploração de petróleo onshore com a Petrobrás, em Mossoró. O processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT já foi iniciado.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Trabalhadores da Empercom permanecem mobilizados, enquanto aguardam liquidação de dívidas

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Calote
Chamada: 
Sem respeitar direitos, empresa ainda pede ilegalidade da greve e multa diária para o Sindicato

A Petrobrás deve disponibilizar, nos próximos dias, recursos para pagamento dos salários em atraso dos trabalhadores da Empercom. A Companhia concluiu parte das medições do último mês de abril e a Terceirizada deu início à emissão da nota fiscal. Segundo informações, apenas nos contratos da CPT, Elevação e do SOP-OM, a quantia pode chegar a R$ 2 milhões, brutos, saldo suficiente para quitar os salários do mês de março.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Contra calote, trabalhadores terceirizados em greve fecham Base 34

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Direitos trabalhistas
Chamada: 
Movimento é por tempo indeterminado e afeta serviços de sondagem e operação de produção de petróleo

Trabalhadores terceirizados de diversas empresas que prestam serviços à Petrobrás em Mossoró realizaram um protesto na manhã desta quinta-feira, 10, e fecharam o acesso às instalações da sede administrativa da Companhia. Eles reivindicam salários atrasados, cumprimento de diretos trabalhistas e mais investimentos da Petrobrás em exploração e produção na região.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Empercom não regulariza salários e trabalhadores podem parar

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
SETOR PRIVADO
Chamada: 
Empresa havia se comprometido em quitar valores, conforme Termo assinado em janeiro

Sem receber os salários referentes ao mês de fevereiro, trabalhadores da Empercom lotados na Base 34, em Mossoró, prometem realizar uma parada de advertência nesta terça-feira, 11, a partir da 7 horas. Segundo a categoria, os atrasos vêm se repetindo desde janeiro de 2014, afetando tanto as áreas administrativas quanto as operacionais. Descrentes na regularização da situação, os trabalhadores optaram pelo caminho da luta como forma de pressionar e assegurar o cumprimento de direitos.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Halliburton: campanha salarial caminha para o desfecho

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
SETOR PRIVADO
Chamada: 
Trabalhadores devem deliberar sobre contraproposta da Empresa próxima semana

A campanha salarial 2013-2014 dos trabalhadores da Halliburton entrou na reta-final. A assembleia para apreciação da contraproposta encaminhada pela empresa está agendada para a próxima semana, mas ainda não tem data exata, pois os trabalhadores seguem analisando o documento minuciosamente. Segundo o diretor para Assuntos do Setor Privado do Sindicato, Manoel Assunção, a tendência da base de Mossoró é de aceitação, embora a direção da entidade considere a proposta insuficiente.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Mais um grave vazamento de benzeno na Rlam coloca em risco trabalhadores

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

No último dia 13,  mais um grave vazamento de benzeno na Rlam colocou em risco os trabalhadores durante a Parada de Manutenção da U-30/31. Foram mais de 48 horas de exposição ininterrupta ao produto. A Petrobrás ainda tentou encobrir o acidente, alegando que o gás que vazou foi nitrogênio, sem toxidade. Mas, o Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cesat) realizou uma inspeção criteriosa na U-30/31 e confirmou  que houve, sim, vazamento de benzeno.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

SindipetroRN cobra respeito de terceirizadas aos Acordos Coletivos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Setor Privado
Chamada: 
Trabalhadores da Tucker, ETX e Hidrodex denunciam uma série de ações que ferem leis trabalhistas

TUCKER

Trabalhadores da Tucker Energy estão em greve por falta de condições de trabalho, atraso no pagamento de salários e benefícios. Até o fechamento desta edição, os funcionários não haviam recebido a remuneração referente  ao mês de abril. A empresa também não cumpre o ACT 2010/2011 e ainda não iniciou as negociações referentes ao Acordo Coletivo 2011/2012.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Empresa abandona serviços e deixa trabalhadores à míngua

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
RAL Engenharia
Chamada: 
Petrobrás dá prazo para que problemas sejam solucionados e poderá substituir prestação de serviços

Mais uma vez, uma empresa contratada para prestar serviços à Petrobrás no RN poderá deixar o Estado com todo tipo de calote. Neste momento, dezenas de empregados da RAL Engenharia – empresa responsável por serviços de sondagem na região de Mossoró – estão sem receber salários e outros direitos. No entanto, eles não são os únicos prejudicados. Além dos trabalhadores, a empresa deve a diversos fornecedores locais.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:
Divulgar conteúdo