Pular para o menu

Natal parou em Greve Geral contra reformas trabalhista e previdenciária

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Na Luta
Chamada: 
Petroleiros de Natal somaram-se à outras categorias e a sociedade para o movimento convocado pelas centrais sindicais

Cerca de 80 mil pessoas participaram dos protestos realizados em Natal/RN, no dia 28. Durante a Greve Geral, os petroleiros de Natal se somaram à outras categorias e a sociedade para o movimento convocado pelas centrais sindicais, que a exemplo de outras cidades do país, paralisou a capital potiguar.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

28 de abril é dia de Greve Geral!

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Os sindicatos filiados à Federação Única de Petroleiros já iniciaram as assembleias deliberativas sobre a paralisação de 24 horas contra o golpe, contra a retirada de direitos e contra o desmonte da Petrobrás, marcada para o próximo dia 28 de abril.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Centrais entregam proposta do Plano Plurianual ao Governo Federal

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Valorização do Trabalho
Chamada: 
Encontro das Centrais com a Secretaria-Geral da Presidência será na segunda (29)

Na próxima segunda-feira, dia 29 de junho, as centrais sindicais participam de encontro com integrantes do Governo Federal, com o objetivo de entregar um documento com propostas e contribuições para o Plano Plurianual (PPA) 2016-2019.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Para PGR, terceirização de atividade-fim é fraude trabalhista

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Direito
Chamada: 
"Contratar terceiros para realizar atividades-fim de uma empresa equivale a fraudar a legislação trabalhista"

Subprocurador da República emite parecer sobre recurso de fábrica do setor de celulose no STF recomenda ao Supremo que não julgue ou, se julgar, posicione-se contrário à empresa

Parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) divulgado no último dia 10, em que afirma que contratar terceiros para realizar atividades-fim de uma empresa equivale a fraudar a legislação trabalhista, foi saudado pelos trabalhadores por fortalecer a luta contra a terceirização sem limites.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Centrais sindicais propõem ato para fortalecer unidade e pauta trabalhista

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
coesão
Chamada: 
Na reunião, Grupo de Trabalho foi criado para a construção de uma proposta unificada

No encontro, que contou com a presença de técnicos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), representantes da CTB, CUT, CGTB, Força Sindical, Nova Central e UGT discutiram a atualização da agenda de luta em 2014 e as estratégias de ação unitária na defesa dos interesses dos trabalhadores.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Fábio Mendes - UGT
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Petrobrás e cooperativa são condenadas por fraude trabalhista

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Ação Civil Pública
Chamada: 
Ação do Ministério Público aponta irregularidades na contratação de cooperativa, visando a redução de encargos

A Petrobras e a Cooperativa Nacional de Transporte Terrestre (Coomap) foram condenadas, cada uma, a pagar R$ 1 milhão por dano coletivo, em virtude da prática de fraude trabalhista. A medida foi fixada em acórdão da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho no Rio Grande do Norte (TRT/RN), como resultado de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT/RN). 

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Para Dieese, greve de servidores expõe necessidade de regulamentar negociação trabalhista

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em sua participação na Rádio Brasil Atual, o diretor do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Clemente Ganz Lúcio, afirmou que o momento de greve em diversos setores do funcionalismo público federal deveria ser aproveitado para repensar a forma como as negociações trabalhistas são realizadas no Brasil.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo