Pular para o menu

ANPG defende direito de greve dos professores nas universidades

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) divulgou nota nesta quarta-feira (13) em apoio à greve nas universidades federais dos professores. Para a presidenta da ANPG, Luana Bonone, a greve dos docentes explicita o grave momento da educação brasileira: “Historicamente a ANPG sempre se posicionou ao lado dos professores em momentos como esse.
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off

Compartilhar:

Trabalhadores das Universidades Federais denunciam PL para privatização dos hospitais

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
GREVE
Chamada: 
A categoria pede reajustes salariais e busca demonstrar que está lutando em defesa do patrimônio das universidades

Os Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Federais Brasileiras, em greve desde o dia 6 de junho, concluem nesta quinta-feira (11), em Brasília/DF, o acampamento que vêm realizando desde a última segunda-feira (09), na Esplanada dos Ministérios, segundo quadrante, nas proximidades da Biblioteca Nacional.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Estudantes negros são menos de 10% nas universidades federais

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Apesar de políticas afirmativas direcionadas para a população negra, esse público ainda é minoria nas universidades federais. Estudo que será lançado hoje (3) pela  Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) sobre o perfil dos estudantes de graduação mostra que 8,72% deles são negros. Os brancos são 53,9% , os pardos 32% e os indígenas menos de 1%.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Servidores técnicos de 24 universidades federais aderem à greve da categoria

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A paralisação deflagrada pelos técnicos administrativos das universidades federais desde segunda-feira já conta com a adesão de 24 instituições em todo país nesta quarta (8), segundo levantamento do sindicato da categoria.

Conforme a Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras), a expectativa é que até o início da próxima semana 25 universidades das 56 que integram órgão engrossem as fileiras grevistas. Ao todo, são 179 mil técnicos administrativos nas instituições federais.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo