Pular para o menu

Venda

Não estamos à venda: o significado da resistência ao PCR

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Petrobrás encerra nesta sexta-feira, 14, a campanha falaciosa que impôs o Plano de Cargos e Remuneração (PCR) aos trabalhadores via cooptação, terrorismo e chantagens das gerências. A FUP e seus sindicatos alertaram o tempo todo para os riscos e prejuízos que os petroleiros amargariam com perdas de direitos e insegurança jurídica, se caíssem nessa arapuca.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Crise financeira da Petrobras é "fake news" para vender ativos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que interrompeu a venda de ativos a Petrobras, foi vista pelo mercado financeiro como um entrave para a recuperação econômica da estatal brasileira. Mas economistas ouvidos pelo Brasil de Fato ponderam que a privatização de setores da companhia não é a responsável pelos recentes resultados positivos da empresa.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Lewandowski convoca audiência pública no STF sobre venda de estatais

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski convocou audiência pública para discutir a transferência do controle acionário das empresas públicas e suas subsidiárias.  A data do debate ainda não foi marcada, mas deverá ocorrer somente a partir de agosto, após o recesso de julho na Corte.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Câmara aprova venda de 70% das reservas da Petrobrás na Cessão Onerosa. Projeto segue para o Senado

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em mais um crime de lesa pátria, os deputados aprovaram na noite desta quarta-feira, 20, o Projeto de Lei 8939/17, que autoriza a Petrobrás a abrir mão de 70% dos cinco bilhões de barris de petróleo da Cessão Onerosa do Pré-Sal. De autoria do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), o texto seguirá para o Senado, onde os petroleiros intensificarão a luta para impedir que essa entrega seja consumada. Foram 217 votos a favor do projeto, 57 contrários e quatro abstenções.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Gerência repete blá-blá-blá de Parente e confirma venda de campos marítimos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

“Necessidade de acelerar o pagamento das dívidas da Companhia”. Este foi o principal pretexto apresentado pelo gerente geral da UO-RNCE, Tuerte Rolim, para justificar a decisão da Petrobrás de vender 30 campos petrolíferos situados em águas rasas, sendo seis no litoral potiguar. A explicação foi dada ao SINDIPETRO-RN em reunião conjunta, realizada na manhã da última sexta-feira, 11, em Natal. A entidade havia solicitado o encontro a fim de ouvir as alegações da empresa e indagar sobre a situação dos trabalhadores, caso a intenção de venda seja concretizada.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Reunião sobre venda de campos marítimos será realizada na próxima sexta-feira, 11

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A esperada reunião do SINDIPETRO-RN com a direção local da Petrobrás para tratar do recente anúncio da intenção de venda de campos marítimos situados em águas rasas já tem data marcada. Conforme ofício encaminhado pela Gerência Geral da UO-RNCE, em resposta à solicitação encaminhada pela Diretoria do Sindicato, o encontro será realizado na próxima sexta-feira, 11, às 11 horas.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

TN repercute posicionamento do SINDIPETRO-RN sobre venda de campos em águas rasas

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em matéria publicada neste domingo, 30, o portal tribunadonorte.com.br entrevista o coordenador geral do SINDIPETRO-RN, José Araújo, repercutindo o posicionamento da categoria petroleira contrário à decisão da Petrobrás de vender campos de petróleo.

Na última sexta-feira, 28, a companhia anunciou em seu blog (Fatos e Dados) “oportunidades de investimento” relacionadas a direitos de exploração, desenvolvimento e produção de 30 concessões, localizadas em águas rasas, nos estados do RN, CE, SE, RJ e SP.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Christian Vasconcelos
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Parente vai retomar venda da BR Distribuidora e de campos de petróleo

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Feirão
Chamada: 
Segundo a Petrobrás, foi aprovada "a construção da nova carteira de desinvestimentos"

A construção de sua “nova carteira de desinvestimentos", foi anunciada pela Petrobrás nesta sexta-feira, 31. Comandada por Pedro Parente, a decisão indica cinco grupos de ativos anunciados para que os processos de venda sejam reiniciados nas próximas duas semanas. A diretoria da Companhia indicou cinco grupos de ativos que terão os processos de venda reiniciados nas próximas duas semanas alegando seguir determinações do Tribunal de Contas da União.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Sondas serão doadas por 5% do valor que a Petrobrás comprou

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

É no mínimo suspeito o leilão internacional que a Petrobrás anunciou para doar à concorrência sete sondas de perfuração. Pela bagatela de US$ 40 milhões, os gringos vão poder levar a P-59 e a P-60, que custaram à estatal US$ 720 milhões. O lance mínimo estipulado pelos gestores é 5,6% do valor original dessas unidades, que foram adquiridas há apenas cinco anos. Outras quatro sondas não têm sequer preço mínimo.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

TCU barra feirão de Parente na Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Apontando uma série de irregularidades, o TCU (Tribunal de Contas da União) proibiu a Petrobras de vender ativos e empresas por tempo indeterminado. Entre outras irregularidades, o TCU apontou a falta de transparência e a possibilidade de direcionamento dos negócios.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo