Pular para o menu
1440689393
13º Leilão

13ª Rodada: Licitação de blocos exploratórios tem 39 solicitações de inscrição em análise

Até o momento, ANP aprovou pedido de 34 concorrentes que disputarão o certame

27 de agosto de 2015 às 12:29

destaque

Foto: Arquivo

Nesta sexta-feira, 28, as cinco empresas restantes, de um total de 39, que manifestaram interesse em participar da 13ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios de petróleo, terão seus pedidos de inscrição analisados pela Agência Nacional de Petróleo – ANP. Todas as demais 34 empresas que tiveram seus pedidos já apreciados, cumpriram os requisitos previstos em Edital e estão aptas a participar do certame, marcado para ocorrer em 7 de outubro.

Para assegurar a participação do leilão, as companhias que tiverem suas solicitações de inscrição aprovadas pela ANP terão até o dia 23 de setembro para apresentar garantias de oferta para os blocos de interesse. Serão licitados 266 blocos exploratórios em 22 setores de dez bacias sedimentares, dos quais 182 localizados nas bacias terrestres do Rio Grande do Norte, Amazonas, Parnaíba e Recôncavo, além de 84 nas bacias marítimas de Sergipe-Alagoas, Jacuípe, Espírito Santo, Campos, Camamu-Almada e Pelotas.

A rodada de licitações inclui áreas em bacias de elevado potencial, bacias de novas fronteiras exploratórias e bacias maduras que se apresentam como oportunidades para grandes, médias e pequenas empresas. Serão ofertadas ainda, em uma segunda etapa, 11 áreas inativas com acumulações marginais, nas bacias do Recôncavo, Tucano Sul, Paraná, Barreirinhas, Potiguar e Espírito Santo.

De acordo com a edição de 25 de agosto do “Diário Oficial da União”, entre as empresas com inscrições já aprovadas figuram gigantes do setor como a Petrobrás, ExxonMobil, Total, Shell, BP, Sonangol, Statoil e Mitsui, entre outras.

Bacia Potiguar – Na 13ª Rodada de Licitações, a ANP ofertará 71 blocos na Bacia Potiguar, distribuídos em quatro Setores (SPOT-T2, SPOT-T3, SPOT-T4 e SPOT-T5). A oferta mínima por bloco de interesse é de R$ 20 mil. Atualmente, a Bacia Potiguar é a quarta maior produtora de petróleo e gás natural do Brasil, contribuindo com uma produção diária em torno de 66,9 mil boe, provenientes de 86 campos de produção. A região está localizada no extremo nordeste da margem continental brasileira, sendo a maior parte em território do Rio Grande do Norte, incluindo uma parte emersa e outra submersa.

Com informações da ANP e G1 Notícias

Compartilhar: