Pular para o menu
1529156546

18 de junho: Dia Nacional de luta em defesa da Petrobrás

16 de junho de 2018 às 10:42

destaque

Foto: Arquivo

O prazo final para a seleção das empresas que se inscreveram como interessadas na compra das refinarias anunciadas pela Petrobrás, termina na próxima segunda-feira, 18 de junho. 
No final de abril deste ano, a empresa colocou a venda dois grupos de ativos no refino, um no Nordeste com 2 refinarias (RLAM e Abreu e Lima), 770 km de oleodutos, 5 terminais e outro no Sul, outras 2 refinarias (REFAP e REPAR), 736 km de oleodutos e 7 terminais.

Mesmo após fortes críticas em relação aos equívocos que cometeu em sua política de preços de derivados, redução das cargas processadas em suas refinarias, redução do número de trabalhadores e incentivo à importação de derivados, a empresa insiste em privatizar suas refinarias.

Braço direito do Deus Mercado, assim como Parente, o novo presidente da Petrobrás, Ivan Monteiro, mantém a mesma política de entrega da empresa. Apesar de muitos trabalhadores da Petrobrás acreditarem que a privatização iria ser suspensa após a saída do Parente, isto não ocorre. E ignorando os anseios da sociedade, que vem se posicionando contra a venda da empresa e de seus ativos e clamam por uma Petrobrás voltada para o povo brasileiro e não para o mercado, as privatizações continuam avançando.

Além disso, vale lembrar que outros ativos já foram vendidos e/ou estão em fase mais avançadas de venda, como campos de petróleo em terra, águas rasas e profundas, fábricas de fertilizantes e outros.

Neste cenário, com o objetivo de denunciar este crime contra a soberania nacional e contra a destruição da empresa mais importante do país, a FUP e seus sindicatos filiados estão convocando atos nacionais no dia 18/06, em todas as unidades da Petrobrás do Brasil. 
A participação de todos é muito importante, pois defender a Petrobrás, é defender o Brasil.

#Todos pela Petrobrás
#Privatizar faz mal ao Brasil

Compartilhar: