Pular para o menu
1420398852
3º Trimestre

Antecipação da PLR depende de publicação de balanço

FUP solicitou uma reunião com a Empresa, que deve acontecer ainda esta semana

04 de janeiro de 2015 às 16:14

destaque

Foto: Arquivo

Sem a divulgação do balanço financeiro da Petrobrás referente ao terceiro trimestre de 2014, o cenário que vai se desenhando é de que não haverá pagamento da primeira parte da PLR em janeiro. Como o valor do piso é calculado a partir dos resultados obtidos nos três primeiros trimestres do ano comparativamente aos resultados dos três primeiros trimestres do ano anterior, o cálculo da primeira parcela da PLR 2014 fica inviabilizado. Cobrando esclarecimentos sobre a questão, a FUP solicitou uma reunião com a Empresa, que deve acontecer ainda esta semana.  

Somente depois deste encontro será possível ter uma avaliação mais concreta dos impactos das denúncias de corrupção no processo de elaboração e no próprio balanço da Empresa. O setor financeiro da Companhia havia anunciado que a divulgação dos resultados do terceiro trimestre ocorreria ainda em 29 de dezembro. Depois, prorrogou o prazo para 31 de janeiro.

Regramento – Para o coordenador-geral do SINDIPETRO-RN, José Araújo, neste momento de incertezas, ter como garantia o Acordo de Regramento da PLR é algo positivo. “Caso a Petrobrás não apresente lucro e as demais metas sejam atingidas, temos a segurança do pagamento do piso, que equivale à metade da remuneração do trabalhador, mais a metade do piso pago na PLR do ano anterior”, lembrou

Compartilhar: