Pular para o menu
1499274100
Bahia

Após vitória, petroleiros suspendem greve de cinco dias na RLAM

Liminar determinou cumprimento de ACT e proibiu a redução do efetivo mínimo de referência

05 de julho de 2017 às 14:01

destaque

Foto: Arquivo

Em assembleia que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 05/07, os petroleiros da Bahia resolveram suspender a greve, que aconteceu em nível nacional na área de refino da empresa, e durou cinco dias na RLAM.

A decisão foi tomada após seguidas vitórias do Sindipetro Bahia , através de sua assessoria jurídica que conquistou na Justiça do Trabalho, liminar determinando que a Petrobrás cumpra  o ACT da categoria, ficando suspensa assim a redução do efetivo mínimo de referência. 

A decisão da juíza Marlúcia Leonesy da Silveira, da 28° Vara do Trabalho de Salvador, vale para todas as unidades operacionais do Sistema Petrobrás na Bahia.

Outra grande vitória foi o habeas corpus, também conquistado pelo Sindipetro, que garantiu a liberação dos que estavam sendo impedidos pela gerência, de sair da empresa, após o seu turno.

De acordo com o coordenador do Sindipetro, Deyvid Bacelar, o saldo mais positivo da greve foi o fortalecimento da categoria,  e também o sentimento de união que esteve presente durante todos os dias do movimento paredista.

Após votação na assembleia, trabalhadores e representantes do sindicato saíram em caminhada, ao som do hino nacional, até a entrada principal da RLAM.

Fonte: Sindipetro Bahia

 

Compartilhar: