Pular para o menu
1414502188
Jurídico

Audiência no TST discute interpretação da RMNR

Estratégia da Companhia visa inverter tendência favorável às Ações Coletivas

28 de outubro de 2014 às 10:16

destaque

Foto: Arquivo

O movimento sindical petroleiro participa, na manhã desta terça-feira, 28, de uma Audiência de Conciliação no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. A sessão tem por objetivo apreciar pedido de dissídio coletivo de natureza jurídica, ajuizado pela Petrobrás, visando unificar a interpretação da norma coletiva que disciplina o sistema intitulado Remuneração Mínima por Nível e Regime – RMNR.

A estratégia da Companhia busca inverter a tendência favorável com que o Judiciário tem recepcionado as ações coletivas. A ação foi distribuída para relatoria do Ministro Yves Gandra Martins Filho, que negou a liminar pretendida pela Petrobrás. Além da FUP e da FNP, participam da audiência representações de todos os sindicatos com suas respectivas assessorias jurídicas. O SINDIPETRO-RN está representado pelo coordenador geral, José Araújo, acompanhado do advogado Manoel Batista.

Compartilhar: