Pular para o menu
1512061638

Centrais sindicais convocam greve contra a “Reforma” da Previdência no dia 5/12

30 de novembro de 2017 às 14:07

destaque

Foto: Arquivo

Em convocação unitária, as nove maiores centrais sindicais brasileiras estão conclamando trabalhadores e trabalhadoras de diferentes categorias profissionais para construírem uma grande greve nacional no dia 5/12.

O objetivo imediato é fazer com que a nova proposta de desmonte da Previdência Social, apresentada recentemente por Temer, seja definitivamente retirada da pauta do Congresso Nacional.

Com previsão de votação no dia 6/12, a proposta atual é ainda mais perversa que a anterior. E, ao contrário do que afirma a massiva propaganda paga pelo governo, ela não corta privilégios, atacando apenas a classe trabalhadora.

Para ter aposentadoria integral, caso a “reforma” seja aprovada, será necessário contribuir 40 anos, comprovados. E, com a reforma trabalhista, que legalizou o “bico”, esta façanha será ainda mais difícil.

A reunião que aprovou a realização do movimento contou com a participação da CTB, CUT, Força Sindical, CSP Conlutas, CSB, NCST, UGT, Intersindical e CGTB.

Sob o lema “Se colocar para votar o Brasil vai parar”, as Centrais Sindicais exigem que o Congresso Nacional não mexa nos direitos trabalhadores!

Local

Em Mossoró, a greve geral contra a Reforma da Previdência terá concentração às 8h30 no mercado livre do "vuco-vuco", na avenida Rio Branco, no bairro Bom Jardim. Em seguida, os manifestantes seguem em caminhada até o pátio da Cobal, onde será realizado um ato com intervenções sobre as consequências da Reforma da Previdência para população.

Em Natal, as centrais sindicais decidiram promover um ato unificado, com concentração em frente ao prédio do INSS, na rua Apodi, Centro, a partir das 15 horas