Pular para o menu
1376674392
Acordo Coletivo

Central Resources melhora proposta e trabalhadores põem fim à greve

Entre os principais avanços, reajuste de 9%, gratificação por desempenho operacional e PCCS

16 de agosto de 2013 às 14:33

destaque

Foto: Arquivo

Trabalhadores da Central Resources suspenderam a greve iniciada na última terça-feira, no início do expediente, e que vinha ocorrendo com parada de produção. A decisão aconteceu no final da tarde da última quarta-feira, 15, quando os trabalhadores deliberaram em assembleia pela aceitação da proposta da Empresa para o fechamento do Acordo Coletivo 2013/2014.

Entre os principais avanços obtidos pelos trabalhadores está a conquista de um reajuste de 9% sobre os vencimentos; ticket alimentação no valor de R$ 550; revisão dos regimes de trabalho; e a conquista da Gratificação por Desempenho Operacional – GDO, no valor de R$ 1.100, com previsão de pagamento até dezembro deste ano.

Considerado vitorioso pela categoria, o ACT prevê, ainda, a rediscussão sobre os locais de instalação dos aparelhos de ponto; ajustes na política educacional; estabelecimento de um calendário para discussão e implantação do Plano de Cargos e Salários; entre outros pontos.

A data-base para a repactuação do Acordo Coletivo é 1º de maio. Desde então, a Central Resources vinha dificultando as negociações, seja protelando os entendimentos, seja apresentando propostas rebaixadas. Diante do impasse, a categoria deflagrou o movimento histórico, com parada de produção, e forte adesão. Só assim, a CR se dispôs a avançar. 

Compartilhar: