Pular para o menu
1383924571

Chile: Servidores públicos fazem greve por aumento de salários

08 de novembro de 2013 às 12:29

Nesta quinta-feira (6), o setor público chileno encerrou a greve de 24 horas convocada pela Confederação de Trabalhadores (CUT) para rejeitar o fracasso do governo em avançar nos compromissos assumidos previamente sobre o pagamento de dívidas atrasadas e nivelação salarial.

A presidenta da CUT, Barbara Figueroa, confirmou que a intenção é “expressar com toda a força nas ruas nosso aborrecimento e o fracasso do governo" do presidente Sebastián Piñera .

"O governo deveria cumprir os prazos estabelecidos no cronograma acordado com as organizações, ou seja, um roteiro de reuniões para que possamos, em 15 de novembro, encerrar, ou menos ter avançado no processo de negociação" explicou.

Ela recordou que estava prevista uma reunião com o Ministério das Finanças para esta semana. Este seria o momento de o governo responder ao pedido apresentado pela mesa há quase dois meses. Mas “nem o Ministro das Finanças, nem o do Trabalho deram as caras”.

Nesta quinta-feira (7) os trabalhadores poderão decidir por entrar em greve. "A preocupação do governo é em ganhar mais votos para sua candidata à presidência (Evelyn Matthei) e não continuar a governar e atender às necessidades do país", afirmou Barbara.

Os servidores querem um aumento salarial de 8,8% já que os empregados municipais não recebem reajuste desde 1993. 

Da Redação do Portal Vermelho, com agências

Compartilhar: