Pular para o menu
1514554665

Com ACT aprovado, trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás mantêm Estado de Greve

29 de dezembro de 2017 às 10:37

destaque

Foto: Deivson Mendes

Trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás lotados em unidades situadas no Estado do Rio Grande do Norte aprovaram a assinatura da proposta de Acordo Coletivo – 2017/2019 e decidiram manter o Estado de Greve contra as privatizações de ativos da companhia.

As deliberações foram tomadas em Assembleia Geral desmembrada em 16 sessões realizadas em bases administrativas e operacionais, no período de 26 a 29/12.

A assinatura do ACT negociado pela FUP/Sindicatos obteve 65,6% de aprovação, ante 31,5% de votos contrários e 2,9% de abstenções. Já, com relação à luta contra a privatização, a maioria decidiu manter o Estado de Greve (79%), com 15,1% de votos contrários e 5,9% de abstenções.  

Com data-base em 1º de setembro, a Campanha Reivindicatória-2017 dos trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás foi caracterizada pela ofensiva golpista contra direitos sociais e pela insegurança jurídica decorrente da entrada em vigor da contrarreforma trabalhista.

Com mais de três meses de negociação e mobilizações, a categoria conseguiu barrar a retirada de direitos e garantiu a validade do Acordo Coletivo de Trabalho por dois anos, com, no mínimo, reposição integral da inflação medida pelo IPCA.

Outras bases

Até o encerramento da rodada de sessões deliberativas no RN, com a realização de uma assembleia na Transpetro-Macaíba, na manhã desta sexta-feira, 29, as propostas de assinatura do ACT e de manutenção do Estado de Greve já haviam sido aprovadas em nove bases sindicais filiadas à FUP (SP, NF, Caxias, RS, MG, ES, PE/PB, BA e AM), restando apenas PR/SC e CE/PI.

Por outro lado, em comunicado emitido na quinta-feira, 28, a Petrobrás informa que reafirmou sua última proposta aos sindicatos não filiados à FUP (RJ, LP, SJC, AL/SE e PA/AM/MA/AP). Por solicitação dessas entidades, porém, a companhia concordou em ajustar a redação de algumas cláusulas, de modo que o conteúdo ficasse igual ao da minuta que foi enviada à FUP e aprovada pelos sindicatos filiados a esta Federação.

Veja, a seguir, o resultado final da Assembleia Geral Extraordinária no RN

RESULTADO FINAL DA ASSEMBLEIA GERAL NO RN

VOTOS

ACT

TOTAL

SIM

NÃO

AB

294

141

13

448

%

65,6%

31,5%

2,9%

100%

 

 

Compartilhar: