Pular para o menu
1511895043

Com proposta recusada e greve aprovada, Petrobrás decide prorrogar Acordo até 31/12

28 de novembro de 2017 às 15:50

destaque

Foto: Arquivo

No dia seguinte à comunicação da decisão da categoria petroleira de aprovar greve por tempo indeterminado, caso a empresa insista em apresentar propostas que signifiquem retirada de direitos, a Gerência de RH da Petrobrás enviou documento à Federação Única dos Petroleiros – FUP comunicando a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho 2015-17, até 31 de dezembro.

Tanto a proposta de greve quanto a rejeição da contraproposta de ACT apresentada pela Petrobrás haviam sido aprovadas por mais de 90% dos trabalhadores e trabalhadoras reunidos em assembleias, nas principais bases administrativas e operacionais da Companhia no país. Junto com essas deliberações, uma grande mobilização nacional também foi aprovada e está sendo convocada para a próxima quinta-feira, 30 de novembro.

Mais do que nunca, é fundamental que os petroleiros e petroleiras participem ativamente das atividades programadas, aumentando a pressão sobre os gestores da Petrobrás. A disposição de luta dos trabalhadores é que apontará o tamanho do Acordo Coletivo. Para preservar na íntegra as conquistas acumuladas pela categoria é preciso que os petroleiros deixem claro que, com retirada de direitos, não há acordo!

 

(Com informações da FUP)

Compartilhar: