Pular para o menu
1307456612

Começa a demolição do Machadinho para obras da Copa 2014

07 de junho de 2011 às 11:23

A empresa baiana OAS, responsável pela construção da Arena das Dunas, praça esportiva que vai abrigar os jogos da Copa de 2014, aqui em Natal, começou as obras de demolição do Machadinho. Além de um trator, que está fazendo o serviço de terraplanagem do entorno do Machadão, alguns técnicos estavam realizado o procedimento conhecido como furo de sondagem, enquanto dois operários se encontravam dentro do Humberto Nesi, fazendo a derrubada de parte  da lateral que fica voltada para o Centro Administrativo. O muro e o piso do local estavam quebrados e a explicação de Demétrio Torres, secretário extraordinário de assuntos relativos a Copa de 2014, foi de que as obras vão servir para o cercamento da área.

"Efetivamente a obra começou. Estamos fazendo essas sondagens para isolar aquele área. Até o final dessa semana, o material que vai ser utilizado no cercamento deve chegar a Natal e no prazo de mais  uma semana, todo local já vai estar pronto para as obras. Ao contrário do que se utiliza em construções normais, os tapumes não serão de madeira e sim, metálicos", revelou Torres.

O responsável pela empresa OAS em Natal, Wolnei Magalhães,  informou que a demolição não começou ontem, segunda-feira, e sim há mais tempo. Mas, como o relatório inicial da obras ainda não tinha sido concluído, ele não reunia todas as informações necessárias para falar sobre prazos. "O que estamos fazendo é a sondagem de blocos, mas isso não começou hoje (ontem). Não tenho todos os dados e por isso não posso falar mais sobre o assunto", disse Magalhães.

Em recente entrevista ao Portal da Copa de 2014, o diretor de operações da Arena das Dunas, Charles Maia, ratificou a declaração de Demétrio Torres, sobre a instalação do canteiro de obras. "Estamos no aguardo da chegada do material solicitado para iniciar o fechamento da área com início em 15 de junho próximo", afirmou.

De acordo com Charles Maia, na mesma entrevista para o portal da Copa de 2014, algumas solicitações foram feitas  as empresa concessionárias de Natal, para que as obras possam seguir o cronograma estipulado. "Solicitamos a autorização da Cosern (Companhia de Energia Elétrica do RN) para retirar a rede de energia que interfere na construção, realocação dos poços da Caern (Companhia de Água e Esgoto do RN), o cadastramento das interferências das redes de telecomunicações, e a elaboração do plano de demolição, entre outros", finalizou Maia.

Tesouro Nacional dá aval para empréstimo da mobilidade

O Ministério da Fazenda e a Secretaria do Tesouro Nacional enviaram, nesta segunda-feira, carta à prefeita de Natal, Micarla de Sousa, com o aval da operação de crédito entre a Prefeitura do Natal e a Caixa Econômica Federal para a execução das obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014. Segundo o secretário de obras de Natal, Dâmocles Trinta, o documento é um dos principais requisitos para a contratação do empréstimo de R$ 293 milhões junto à Caixa Econômica. "A Secretaria do Tesouro é o avalista do empréstimo", explica Dâmocles. Quando questionado se os impedimentos que se encontram no Cadastro Único de Convênio (CAUC) vão interferir na liberação dos recursos, o secretário é enfático: "Com esse aval, os registros do Cauc não são mais impeditivos".

Esse primeiro empréstimo  utilizado na construção do corredor estrutural Oeste, com várias obras já planejadas.

Fonte: Tribuna do Norte

 

Compartilhar: