Pular para o menu
1313072126

Concessão para empresas no transporte público de Natal pode durar 20 anos

11 de agosto de 2011 às 11:15

A titular da Semob, Elizabeth Thé, diz que maiores reclamações dos usuários são falta de conforto e descumprimento de horários.

Até março ou abril de 2012, deverão ter sido definidas as concessionárias de transporte que irão atuar em Natal. No início da próxima semana será lançado o edital para contratar a consultoria que vai elaborar as regras para o edital das empresas, e este trabalho deverá durar de três a quatro meses. Após vencer a licitação, o tempo de concessão pode chegar a 20 anos. Os prazos foram dados pela secretária municipal de mobilidade urbana, Elizabeth Thé, em entrevista ao Jornal 96.

De acordo com a titular da Semob, hoje sete empresas atuam como concessionárias do transporte coletivo de passageiros na capital potiguar e ainda não é possível informar se haverá uma mudança na quantidade, já que a concorrência será nacional e empresas de diferentes localidades poderão passar a trabalhar na cidade.

Elizabeth contou que as maiores reclamações dos passageiros dizem respeito à falta de conforto e, principalmente, ao não cumprimento de horários. “Hoje temos em torno de 670 ônibus, mais uma frota reserva de 70 carros. A ideia é que a gente aperfeiçoe o sistema de ônibus, pois queremos que o usuário dos carros passe a utilizar também os ônibus, mas para isso será preciso dar mais conforto, com ar condicionado, cumprindo horários, destinando corredores exclusivos”, detalhou.

Multa Moral
A secretária falou também sobre a iniciativa de aplicar uma multa moral aos motoristas que estacionam indevidamente nas vagas destinadas aqueles que possuem necessidades especiais. Segundo ela, a intenção é conscientizar os condutores e depois de um período, passar a aplicar as penalidades previstas no código de trânsito. “Estacionar nessas vagas pode render ao condutor três pontos na carteira e multa de R$ 53,20, com possibilidade de ter o carro guinchado”, ressaltou.

Fonte: Nominuto.com

Compartilhar: