Pular para o menu
1348169127
CAMPANHA REIVINDICATÓRIA

Conselho da FUP indica rejeição da proposta da empresa e greve de 24h

Paralisação de advertência por proposta justa será realizada na próxima quarta-feira, dia 26 de setembro

20 de setembro de 2012 às 16:25

destaque

Foto: Arquivo

Em reunião realizada ontem, 19 de setembro, a Petrobrás apresentou à FUP e aos representantes de sindicatos filiados uma contraproposta econômica para o ACT que reajusta a RMNR em 6,5% e a Tabela do Salário Básico em 5,24% pelo IPCA. Os percentuais representariam variação nos vencimentos entre 0,9 e 1,2%. Para os aposentados e pensionistas a Companhia propõe manter o IPCA, que deverá será repassado ainda este mês aos trabalhadores das bases cujos sindicatos assinaram o Termo de Antecipação da Inflação.

Além do reajuste, a empresa insiste com a política nociva dos abonos salariais, dispondo-se a pagar um valor referente a uma remuneração integral ou R$ 4 mil, o que for maior, descontando o valor da antecipação de R$ 1.296,00, ou 12% de uma remuneração, que foi paga durante a quitação da PLR 2011. No ano passado, a Petrobrás pagou 100% de uma remuneração ou R$ 6 mil, o que fosse maior. A proposta atual significa R$ 2 mil a menos que em 2011 e a gratificação contingente apenas 88%.

Os sindicatos e a direção da FUP consideraram a contraproposta da Petrobrás insuficiente e indicam sua rejeição, bem como a deflagração de uma greve de advertência de 24 horas, no próximo dia 26. A campanha reivindica 10% de ganho real e regras democráticas e justas para o pagamento e distribuição das PLRs futuras. Além disso, queremos a revisão do PCAC, uma nova política remuneratória, auxílio alimentação, entre outros importantes temas para a categoria.

Unidade classista

Na sexta, 14, o coordenador da FUP, João Antônio de Moraes, e José Divanilton Pereira, diretor da Federação e da CTB, participaram de reunião na sede da CUT nacional com as categorias que estão em campanha para a construção de uma agenda comum de ações. Petroleiros, químicos, bancários, metalúrgicos e trabalhadores dos Correios estarão juntos em mobilizações unificadas que serão realizadas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Para hoje está prevista uma manifestação em São Paulo. Destas categorias, já se encontram em greve bancários e ecetistas (Correios). 

O SINDIPETRO-RN definiu um calendário de assembleias para apreciar a seguinte pauta:

1 - Rejeição da proposta da Empresa;

2- Parada de 24 horas, no dia 26 de setembro;

3 - Manifestações e concentrações, no dia 3 de outubro (data de aniversário da Petrobrás)

4 - Greve por tempo indeterminado, começando no dia 10 de outubro.

Veja aqui onde será realizada a assembleia de sua base e participe...

Quarta-feira (19/09) às 18h30: Polo de Guamaré (já realizada)

Quinta-feira (20/09), às 07h30: Base 34 e Estreito; às 12h30: Canto do Amaro e S7

Sexta-feira (21/09), às 09h00: Sede Natal.

Compartilhar: