Pular para o menu
1316530325

Covisa interdita Central do Cidadão da Zona Leste pela 3ª vez

20 de setembro de 2011 às 11:52

Mais uma vez a Central do Cidadão, no bairro Cidade Alta, foi interditada pela Vigilância Sanitária. A agência já foi fechada este ano duas vezes pelos agentes de saúde devido às precárias condições de higiene do local. Na manhã de ontem, as pessoas que se amontoavam na porta da Central encontraram um aviso da interdição na porta, mostrando que desde a última sexta-feira os serviços estão suspensos. A Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) afirma que a unidade será reaberta nesta quarta-feira.

A Coordenadoria de Vigilância Sanitária, após receber várias denúncias de usuários e funcionários da Central do Cidadão, esteve no local e constatou as condições insalubres de higiene. Segundo o coordenador geral da Covisa, Edmilson Freitas, a falta de água no prédio tem sido a principal motivadora para as sujeiras acumuladas nos banheiros. "A situação está péssima. Faltou água e os banheiros continuaram sendo usados", informou.

Em fevereiro deste ano, a reportagem do Diário de Natal constatou que o local se encontra sem fornecimento de água há vários dias e foi interditado pela Vigilância. O mesmo problema foi visto: os banheiros se encontravam em péssimas condições de uso e apresentavam muito mau cheiro. De acordo com Edmilson, em caso de reincidência pode ser aplicada multa ao estabelecimento. Porém, ele não soube informar o que será feito no caso da Central do Cidadão, já que várias notificações do mesmo tipo foram feitas.

Sem conhecimento da interdição, as pessoas que chegavam a Central eram surpreendidas com as portas fechadas. Zilda Santana foi uma das usuárias que esteve na unidade ontem pela manhã. "Isso é uma palhaçada. Venho da DRT que agendou para fazer a carteira de trabalho em outubro. Chegou aqui para tirar um documento e está fechado", reclamou. Ana Maudete também reclamou da desorganização do local. Disse que o mau cheiro estava insuportável nos últimos dias.

Através da assessoria, a Sejuc esclareceu que amanhã a Central estará atendendo ao públiconormalmente. O órgão explicou que existe um problema no fornecimento de água do prédio, que é alugado, mas está sendo resolvido. "Vai ser tudo limpo e quarta-feira estará aberto", garantiu a assessoria sem mais detalhes.

DN Online

Compartilhar: