Pular para o menu
1364996397

Crise do petróleo é discutida em reunião de prefeita e empresários

03 de abril de 2013 às 10:39

por Blog do César Santos

A prefeita Cláudia Regina (DEM) se reuniu na manhã de hoje (26) com uma comissão de representantes de segmentos da economia local, para discutir o momento delicado devido a falta de investimento da Petrobras.

Como se sabe, a economia sente as consequências do fechamento de empresas da área do petróleo, que vem provocando o desemprego em massa. Só entre os meses de novembro de 2012 e fevereiro de 2013, mais de 1.100 trabalhadores foram demitidos.

O grupo de empresários apresentou a preocupação, pediu o apoio da Prefeitura, e também apresentou possibilidades de investimentos com a atração de grandes empresas para a cidade. A prefeita Cláudia colocou-se a disposição.

Estavam presentes os dirigentes da Redepetro, representantes do Banco do Nordeste, as diretorias dos Sindicatos da Construção Civil e do Hotéis, Bares e Restaurantes, entre outros.

A desaceleração do setor de petróleo no Rio Grande do Norte também foi discutida pelos deputados na sessão desta terça-feira (26) da Assembleia Legislativa.

A deputada Larissa Rosado (PSB) afirmou que em um ano, de janeiro de 2012 a fevereiro de 2013, foram 1.130 desligamentos, somente na área de extração de petróleo, homologados pelo Sindicato dos Petroleiros. Já o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil homologou 1,5 mil demissões incluindo profissionais como pedreiros, carpinteiros, serventes e soldadores.

“Seria importante que a Petrobras explique melhor essa situação, se realmente há queda de investimentos no Estado, pois se confirmando o quadro, algo precisa ser feito com urgência, para que a exploração de petróleo não se transforme em história do passado”, disse.

Mesma preocupação da deputada Márcia Maia (PSB), que disse ter conversado com funcionários das empresas terceirizadas, recém demitidos: “Essas demissões não tem impacto somente em Mossoró, mas em toda a região produtora”, disse.

O deputado George Soares (PR) relatou que na região do Vale do Açu muitas pessoas estão debandando da região por conta das crescentes demissões no setor: “Inclusive existem vários canteiros de obras abandonados”, afirmou.

Publicada no Jornal De Fato

Compartilhar: