Pular para o menu
1552395492

Democracia e Direitos Humanos será tema da palestra de Leonardo Boff em "Na Trilha da Democracia"

12 de março de 2019 às 09:58

destaque

Foto: Arquivo

Em tempo de ruptura com a normalidade democrática, a relação entre “Democracia e Direitos Humanos” será tema da palestra do escritor e teólogo Leonardo Boff na 10ª edição do projeto Na Trilha da Democracia.

O evento, marcado para o próximo dia 13 de março, às 19h, no auditório Otto Brito de Guerra, prédio da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é gratuito, aberto ao público e integra o ciclo de discussões que o ADURN-Sindicato, o SINDIPETRO-RN e a Frente Brasil Popular têm promovido desde o ano de 2016. 

A expectativa é de que a iniciativa amplie o diálogo com a sociedade brasileira para encontrar soluções para o país sair da crise política e econômica que mergulhou desde o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, quando oposições à direita não aceitaram o fato de não contarem com o apoio da maioria da sociedade, e se aprofundou com o desrespeito à Constituição e consequente negação da democracia.

Leonardo Boff

Leonardo Boff (*1938) doutorou-se em teologia pela Universidade de Munique. Foi professor de teologia sistemática e ecumênica com os Franciscanos em Petrópolis e depois professor de ética, filosofia da religião e de ecologia filosófica na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Conta-se entre um dos iniciadores da teologia da libertação. É assessor de movimentos populares. Conhecido como professor e conferencista no país e no estrangeiro nas áreas de teologia, filosofia, ética, espiritualidade e ecologia. Em 1985 foi condenado a um ano de silêncio obsequioso pelo ex-Santo Ofício, por suas teses no livro Igreja: carisma e poder (Record).

Escreveu vários livros e foi agraciado com vários prêmios. Entre as obras, Ecologia: grito da Terra, grito do pobre (Sextante), pelo qual recebeu o prêmio Sérgio Buarque de Holanda como o melhor ensaio social do ano de 1994 e, em 1997, nos EUA foi considerado um dos três livros publicados naquele ano que mais favorecia o diálogo entre ciência e religião.

Junto com Mark Hathaway escreveu The Tao of Liberation. Exploring the Ecogoy of Transformation com Prefácio de Fritjof Capra, ganhando a medalha de ouro da instituição Nautilus para criatividade intelectual e o primeiro lugar do livro religioso do ano.

Recebeu os títulos de dr.honoris causa em política pela Universidade de Turin em 1991, dr.honoris causa em teologia pela Universidade de Lund (Suécia) em 1992 e dr.honoris causa em teologia, ecumenismo, direitos humanos, ecologia e entendimento entre os povos pelas Faculdades EST de São Leopoldo em 2008 e dr.horis pela Cátedra del Água da Universidade de Rosário na Argentina em 2010.  Em 2008 pela Universidade de São Carlos em Guatemala e pela Universidade de Cuenca no Equador, recebeu o título de Professor Honorário.

Foi assessor da Presidência da Assembleia da ONU ao tempo da administração de Miguel d’Escoto Brockmann (2008-2009) e participa atualmente do grupo de reforma da ONU, especialmente quanto à Declaração Universal do Bem Comum da Terra e da Humanidade.

Serviço

Data: 13 de março de 2019

Hora: 19h

Local: Auditório Otto Brito de Guerra, campus central da UFRN

Compartilhar: