Pular para o menu
1320775137
CAMPANHA REIVINDICATÓRIA

Documento defende a Unidade da Categoria na construção da greve

A unidade, organização e mobilização da categoria foi apontado como o caminho capaz de possibilitar êxito nas lutas

08 de novembro de 2011 às 14:58

destaque

Foto: Gilson Sá

Nesta terça-feira, 08 de novembro, os petroleiros deram mais um passo importante para a construção da unidade nacional da categoria na luta por um Acordo Coletivo que atenda às suas reivindicações.  Com o objetivo de avançar nas conquistas, os Sindicatos de Petroleiros do Rio Grande do Norte, Bahia, Sergipe/Alagoas, Rio de Janeiro, São José dos Campos e Litoral Paulista se reuniram na sede do SINDIPETRO-RN e reforçaram a necessidade de protagonizar um movimento de fortalecimento da luta dos petroleiros em todo o país.

Para o coordenador geral do SINDIPETRO-RN, Márcio Dias, é preciso manter a unidade e a disposição de luta. “Achamos que a divisão da categoria em nada contribui para as lutas e conquistas dos trabalhadores. Portanto, essa é a hora de avançarmos na luta, fortalecendo, cada vez mais, a unidade de todos os petroleiros”, afirma.

Desde o início da campanha reivindicatória, em setembro deste ano, o SINDIPETRO-RN tem defendido a necessidade da unidade de ação da categoria petroleira em todo o país na busca pelo atendimento da pauta de reivindicações. “Temos a convicção, já expressa em outras campanhas, que a unidade, a organização e a mobilização dos trabalhadores é o único caminho capaz de possibilitar êxito nas lutas”, ressalta Márcio Dias.

Para a direção dos Sindicatos presentes, a ação conjunta dos 17 sindicatos de petroleiros em todo país deve ser o lema potencializador do papel da categoria na busca pela aprovação de uma proposta que contemple as reivindicações com a rapidez e a eficiência que o assunto exige.

 “Dando prosseguimento ao processo da construção da unidade na luta, os Sindicatos participantes voltarão a se reunir no próximo dia 14 de novembro, às 14 horas, na sede do SINDIPETRO-RJ”, conclui documento formulado durante o encontro na sede do SINDIPETRO-RN.

O extrato da reunião aponta a unidade dos trabalhadores como o caminho capaz de possibilitar êxito nesta luta, apresentando-se como caminho para elevar o protagonismo dos trabalhadores na busca pela valorização do trabalho e no enfrentamento às possíveis medidas da Petrobras para dificultar a reação da categoria.

Segue documento na íntegra:

CAMPANHA REIVINDICATÓRIA: Construir a greve nacional unitária por tempo indeterminado a partir do dia 16

Aconteceu mais uma reunião em prol da unidade nacional da categoria petroleira na luta. Desta feita, foi na sede do SINDIPETRO-RN e na oportunidade os representantes do SINDIPETRO-RN, SINDIPETRO-LP, SINDIPETRO-SJ dos CAMPOS, SINDIPETRO-SE/AL, DIRETOR DO SINDIPETRO-BA (autorizado na assembléia de base), SINDIPETRO-RJ  e da FENASP. Os presentes fizeram uma avaliação do movimento pela unidade nacional que tem produzido lutas unitárias com a participação de quase todos os 17 SINDIPETRO'S.  Na avaliação dos presentes nas rodadas de negociação realizadas até a presente data, a Empresa não respondeu as principais reivindicações econômicas e sociais da categoria petroleira.

Neste sentido, a Petrobras, continua agindo de forma intransigente e os trabalhadores do Sistema Petrobrás estão rejeitando nas assembléias a contraproposta apresentada pela empresa e estão aprovando a greve.

Por fim, concluimos que caso a Petrobrás não avance no atendimento das reivindicações da categoria, a palavra de ordem é intensificar as mobilizações nacionais, através das operações padrão, atrasos nos embarques e trocas de turno com o objetivo de construir a greve nacional por tempo indeterminado com parada e controle de produção a partir do dia 16.

Dando prosseguimento ao processo da construção da unidade na luta, os Sindicatos participantes voltarão a se reunir no próximo dia 14 de novembro, às 14 horas, na sede do SINDIPETRO-RJ. Todos os demais SINDIPETRO'S estão convidados a somar neste esforço coletivo de construção da greve nacional unitária a partir do dia 16.     

 

Compartilhar: