Pular para o menu
1330007884
Conselho de Representantes

Eleição para representante dos trabalhadores na Petrobras terá 2º turno

Coordenador da FUP foi o mais votado e disputará com presidente da Associação dos Engenheiros

23 de fevereiro de 2012 às 11:38

A eleição para escolha do primeiro representante dos trabalhadores no Conselho de Administração da Petrobras terá segundo turno. O coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), João Antônio de Moraes, o mais votado, disputará com Sílvio Sinedino, presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet). Moraes recebeu 2.979 votos, ante 1.376 de Sinedino. No total, participaram do processo 152 candidatos e 16.360 eleitores. O segundo turno será realizado entre o próximo dia 26 e 5 de março.

Também haverá nova disputa na eleição para o Conselho de Administração da BR Distribuidora. Os candidatos serão Sérgio Vieira, diretor do Sitramico (Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo) do Rio de janeiro, que teve 261 votos, e Leonardo Freitas, do Sitramico de Minas Gerais. O primeiro é apoiado pela FUP.

O acréscimo de um representante dos empregados no conselho, que passará a ter dez integrantes, é resultado da Lei 12.353, de 2010. A lei trata da participação dos funcionários nos conselhos de administração de empresas públicas e sociedades de economia mista.

FUP reafirma a importância da participação dos trabalhadores

Em nota postada na página da Federação na internet, a FUP esclareceu que os informes da entidade têm sido enviados através de uma lista própria de distribuição pela internet e não através do correio interno da Petrobras (lotus notes), como acusações feitas por outras instituições e está proibido pela Comissão Eleitoral.

A FUP reafirmou, ainda, a importância dos trabalhadores participarem ativamente do processo eleitoral no segundo turno, consolidando a luta pela democracia na gestão da estatal: “uma conquista que só será efetiva, se elegermos um representante para o C.A. que tenha em seu currículo participação na luta da classe trabalhadora e comprovada capacidade em representá-la”. 

A Federação agradeceu a todos os petroleiros e petroleiras que exerceram o direito histórico de eleger seu representante para o principal órgão de decisão da Petrobras e parabenizou todos os candidatos que consolidaram essa conquista, disputando democraticamente a vaga dos trabalhadores. “Por mais de 20 anos, a FUP e os sindicatos petroleiros cobram a democratização da gestão da empresa. Essa conquista, portanto, é de todos os petroleiros”.

Com informações da Rede Brasil Atual e FUP

Compartilhar: