Pular para o menu
1314125829
PROMESSA

Em conversa com ministros, Lula fala do piso do magistério

Lula falou sobre a demora na implementação do piso nacional de R$ 1.187,97 dos professores

23 de agosto de 2011 às 15:57

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nesta segunda-feira (22) em São Paulo com o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, e o ministro da Educação, Fernando Haddad — no Instituto Cidadania, ONG que retomou após deixar a Presidência.

Durante o encontro, Lula falou sobre a demora na implementação do piso nacional de R$ 1.187,97 dos professores que ainda não entrou em vigor, embora a lei que o fixou tenha sido promulgada por ele em 2008.

O piso ainda não está em vigor porque cinco estados foram ao Supremo Tribunal Federal contra a medida, que consideram inconstitucional. O STF rejeitou a ação no dia 6 de abril, mas a decisão ainda não foi publicada.

"O presidente disse que recebe muita cobrança de sindicalistas nas viagens que faz pelo país e queria uma explicação de como está a situação", disse Haddad depois do encontro.

Haddad passou o fim de semana em São Paulo para cumprir compromissos do PT e permaneceu na cidade na manhã desta segunda para gravar entrevista a uma rádio.

Adams disse que aproveitou uma ida a São Paulo para "fazer uma visita" ao ex-presidente, que o nomeou para o cargo que continuou ocupando no governo da presidente Dilma Rousseff. Ele disse que costuma falar periodicamente com Lula por conta de processos nos quais a AGU ainda o defende.

Questionado sobre a conversa a respeito do piso nacional dos professores, confirmou a indagação de Lula e disse que tratou de atualizar o presidente sobre o assunto.

"Eu disse ao presidente que o STF havia dado uma liminar acatando em parte a ação, mas no julgamento do mérito confirmou o piso nacional", afirmou Adams.

Fonte: Portal Vermelho com informações da Folha de S.Paulo e Terra Magazine

Compartilhar: