Pular para o menu
1440080838
Sede Natal

Em Estado de Greve, petroleiros participam hoje de manifestação nacional

20 de agosto de 2015 às 11:27

destaque

Foto: Arquivo

Informar sobre o andamento da Campanha Reivindicatória dos trabalhadores do Sistema Petrobrás e mobilizar para a manifestação nacional em defesa dos Direitos Sociais e Trabalhistas, da Democracia e por saídas populares para a crise. Estes foram os principais objetivos da assembleia realizada na manhã desta quinta-feira, 20, pela Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN, na sede administrativa da Petrobrás, em Natal.

A Companhia tem até amanhã (21) para se manifestar sobre a Pauta Política apresentada pela FUP e Sindicatos no dia 7 de julho. Em Estado de Greve, a categoria poderá paralisar as atividades caso a Direção da Empresa insista em levar adiante um Plano de Negócios que reduz drasticamente os investimentos e que prevê a venda de ativos para “aumentar a rentabilidade imediata dos acionistas”.

Os trabalhadores criticam a orientação gerencial que vem sendo adotada pela gestão Bendine e afirmam que a Petrobrás não pode ser administrada como se fosse um banco subordinado aos interesses de acionistas privados. Para eles, a Petrobrás desempenha papel estratégico enquanto instrumento de promoção do desenvolvimento e deve estar voltada para atender às necessidades do seu acionista majoritário, que é o povo brasileiro.

Mobilização – Enquanto aguardam o posicionamento da Petrobrás em torno da Pauta Política, os trabalhadores da Sede Natal decidiram comparecer à programação local da manifestação nacional em defesa dos Direitos Sociais e Trabalhistas, da Democracia, da Petrobrás e por saídas populares para a crise.

A concentração terá início logo mais, às 15h30, na esquina da Avenida Salgado Filho com a Rua Amintas Barros, no bairro de Lagoa Nova. Em seguida, os participantes seguirão em passeata até o cruzamento com a Avenida Bernardo Vieira, nas proximidades do IFRN/Midway, onde será realizado um Ato Público.

Em Mossoró, hoje, a categoria petroleira também sairá às ruas para se manifestar juntamente com outros setores da população. Na capital do oeste, a mobilização terá início às 15h00, em frente à Igreja do Alto de São Manoel. Em seguida, haverá caminhada até a Praça do Pax, no centro da cidade, onde será promovido um Ato Cultural.

Compartilhar: