Pular para o menu
1527003364

Embarque para plataformas dá início à mobilização para a greve

22 de maio de 2018 às 12:36

destaque

Foto: Arquivo

Com reunião realizada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 22, a Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN deu início ao calendário de discussões visando a organização local da greve nacional aprovada pela categoria petroleira. O encontro com trabalhadores lotados nas plataformas marítimas aconteceu na sede Natal, momentos antes do embarque.

Conforme o calendário aprovado pelo Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros – FUP, o período de 22 a 24 de junho será dedicado à visitação das bases para divulgação da agenda nacional e dos eixos de luta do movimento. Para agilizar a descentralização de informações, está sendo distribuída a edição nº 83 do boletim Petroleiros Na Luta.

As reuniões prosseguem até a próxima quinta-feira, 24, com visitas às principais áreas administrativas e operacionais. Na sexta-feira, 25, em Natal, será realizada a 1ª reunião da Diretoria Colegiada eleita em março último, e, no sábado, 26, acontece o 33º CEPETRO-RN (Congresso Estadual dos Petroleiros e Petroleiras), em Mossoró.

Veja, a seguir, o calendário de construção da greve e os eixos de luta do movimento:

CALENDÁRIO DE PREPARAÇÃO DA GREVE

DATA / PERÍODO

ATIVIDADE

Até 24/05

Mobilizações nas unidades do Sistema Petrobrás

25/05

1ª reunião da Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN

(Gestão 2018/2021)

26/05

33º CEPETRO-RN (Mossoró)

7/06

Atos de resistência em defesa da Petrobrás e do Pré-Sal

10/06

Prazo para realização dos seminários de qualificação de greve para discutir com os trabalhadores propostas de controle de produção

12/06

Conselho Deliberativo da FUP para definir a data de início da greve e Seminário Nacional de Qualificação de Greve para apontar as estratégias de controle de produção

13/06

Seminário Nacional de Comunicação

 

 

EIXOS DA GREVE

Pela redução dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha

Pela manutenção dos empregos e retomada da produção interna de combustíveis

Pelo fim das importações de gasolina e outros derivados de petróleo

Contra as privatizações e o desmonte do Sistema Petrobrás

 

Compartilhar: