Pular para o menu
1306266035
RAL Engenharia

Empresa abandona serviços e deixa trabalhadores à míngua

Petrobrás dá prazo para que problemas sejam solucionados e poderá substituir prestação de serviços

24 de maio de 2011 às 16:40

destaque

Foto: Arquivo

Mais uma vez, uma empresa contratada para prestar serviços à Petrobrás no RN poderá deixar o Estado com todo tipo de calote. Neste momento, dezenas de empregados da RAL Engenharia – empresa responsável por serviços de sondagem na região de Mossoró – estão sem receber salários e outros direitos. No entanto, eles não são os únicos prejudicados. Além dos trabalhadores, a empresa deve a diversos fornecedores locais.

As duas sondas de exploração que a RAL mantinha no Estado estão paralisadas por incapacidade de manutenção. E só não foram deslocadas pela Empresa porque os trabalhadores impediram a operação, a fim de resguardarem bens que possam servir de moeda de troca para o saldamento de direitos.

A RAL incorreu em atrasos no pagamento de salários; recolhimento de FGTS; INSS; e pagamento de vantagens e benefícios previstos no ACT 2010-2011, como, por exemplo, a PLR de 2010. Segundo a Gerência de CPT/NNE, a empresa tem prazo para solucionar os problemas e, caso não consiga, será substituída.

O SINDIPETRO/RN entrou com petições no Ministério Público do Trabalho e na Justiça do Trabalho a fim de preservar os direitos dos trabalhadores. No MPT, o Sindicato pleiteia que se verifique a existência de recursos financeiros retidos pela Petrobrás e a possibilidade de pagamento direto aos trabalhadores, tanto dos salários em atraso, como das vantagens e benefícios previstos no ACT.

Compartilhar: