Pular para o menu
1393511019

Entrevista: economista do Dieese, Cloviomar Cararine, fala sobre regramento da PLR Futura

27 de fevereiro de 2014 às 11:23

destaque

Foto: Graziella Sousa

Entrevista com o economista do Dieese, Cloviosmar Cararine, sobre a PLR Futura para o site do SINDIPETRO-RN:

SINDIPETRO-RN - O que significa em valores atrelar a PLR ao lucro líquido da Petrobrás?

Cloviomar – A proposta de regramento é que o percentual varie de 4,5 a 7, 25% sobre o lucro da Companhia. A probabilidade é que, tomando por base o período de 2007 a 2012, dentro da base de cálculo de agora, a PLR aumente, pois estamos falando de um volume maior a ser distribuído. A PLR nunca foi vinculada a nenhum indicador, o que havia era uma comparação com os dividendos. Nesse caso, o que a orientação do Executivo prevê é um teto de 25% dos dividendos dos acionistas.

SINDIPETRO-RN – A proposta prevê um prazo de dois anos para continuar com as discussões para seu aperfeiçoamento. Como isso vai acontecer?

Cloviomar - Bom, é como se fosse uma fase de teste em que vamos avaliar ou reavaliar os critérios de distribuição, principalmente. Vamos poder amarrar os indicadores, conforme as necessidades forem surgindo, observar seus efeitos, ou inserir novos. Estamos querendo inserir, por exemplo, o volume de reutilização de água como indicador. Isso só não foi possível, ainda, nesta proposta porque a Petrobrás ainda não tinha uma meta para ele. Pode perfeitamente substituir o VASO (Volume Total de Petróleo e Derivados Vazado; Processamento de Petróleo e gás natural no Brasil; Produção de Óleo e Gás Natural no Brasil; Índice de Qualidade Percebida pelo cliente – Downstream Brasil; Índice de Satisfação do consumidor Automotivo Brasil em porcentagem).  

SINDIPETRO-RN - Qual será o ganho obtido com essa proposta e sua limitação?

Cloviomar – Eu diria que a possibilidade de participação dos trabalhadores na PLR é o grande ganho. Isso a torna mais democrática. É uma forma de se participar da GestãoJá em relação à limitação, acho que a distribuição poderia ser mais justa. Mas, com a mobilização dos trabalhadores é possível avançar. Para isso, é sempre interessante que este trabalhador esteja atento aos debates sobre o tema.

SINDIPETRO-RN - Na proposta atual do Regramento, em caso de lucro zero, o que acontece com a PLR do trabalhador?

Cloviomar - Se o lucro da Petrobrás for igual a zero e cem por cento das metas definidas no Acordo forem atingidas, o mínimo a se receber é metade da remuneração somada à metade do piso. 

Veja aqui o histórico da PLR de 2007 à 2012: 

http://www.sindipetrorn.org.br/sites/default/files/regras_plr_futura.pdf

Compartilhar: