Pular para o menu
1334773513
SETOR PRIVADO

ETX desrespeita direitos dos trabalhadores e atrasa salários

Petrobrás foi comunicada sobre problemas e se prontificou a aplicar multa sobre a terceirizada

18 de abril de 2012 às 15:25

A empresa ETX, que presta serviços de perfuração e sondagem de petróleo à Petrobrás, vem, há algum tempo, praticando vários tipos de irregularidades trabalhistas, sem que os seus diretores tomem providência alguma para resolvê-las, como é o caso dos atrasos salariais, suspensão de planos de saúde e corte de combustíveis.

Os trabalhadores que estavam esperando receber seu dinheiro até o 5º dia útil do mês de abril, ficaram até o dia 13 esperando a conclusão do impasse. Outros serviços contratados pela Empresa também tiveram atraso de pagamento. Como consequência, planos de saúde foram ameaçados de cancelamento e houve corte dos combustíveis também. A ETX tentou justificar os problemas causados aos trabalhadores, explicando que isto ocorreu porque a verba para pagamento teria sido bloqueada pelo banco.

Diante dessa situação, o SINDIPETRO-RN tomou as providências cabíveis para que a Empresa levasse em consideração as leis trabalhistas. Desde o primeiro momento a Petrobrás foi comunicada sobre tais problemas e se prontificou a aplicar multa, caso a ETX não regularizasse a situação. Os trabalhadores estão sabendo de atrasos no pagamento de fornecedores e estão com medo de novos atrasos no pagamento de salários ou de encargos sociais, como o FGTS.

O Sindicato chama a atenção da Petrobras para possíveis atrasos no pagamento desses encargos trabalhistas, e também sugere que os trabalhadores verifiquem os extratos de pagamento do FGTS. Caso haja alguma irregularidade, o SINDIPETRO-RN protocolará denúncia ao Ministério Público do Trabalho.

Compartilhar: