Pular para o menu
1335285868
28 de abril

Eventos marcam o Dia em Memória das Vítimas de Acidente de Trabalho

Em Natal, por iniciativa do CEREST, também serão realizadas palestras e a 1ª Caminhada do Trabalhador

24 de abril de 2012 às 13:44

destaque

Foto: Divulgação

No dia 28 de abril, reverencia-se o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidente de Trabalho e Doenças Profissionais. A data foi instituída pela Organização Internacional do Trabalho – OIT, em 2003, a partir de um movimento que se originou no Canadá e que, aos poucos, ganhou expressão mundial, impulsionado pelo movimento sindical. No Brasil, para assinalar a passagem da data, SINDIPETROS de todo o País estarão realizando mobilizações. O objetivo é cobrar da Petrobrás e das demais empresas do setor, garantia de vida aos trabalhadores próprios e terceirizados, nas unidades petrolíferas, em todo o Brasil.


Em Natal, por iniciativa do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – CEREST, também serão realizadas palestras e a 1ª Caminhada do Trabalhador. A palestra acontece nesta quinta-feira, 26 de abril, às 10h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores na Educação – SINTE. Já, a caminhada, com destino ao Parque das Dunas, está programada para sábado, 28 de abril, com concentração às 7h, no Corpo de Bombeiros (Av. Alexandrino de Alencar). Ao final da atividade, serão oferecidos serviços de saúde, aula de ginástica, orientações jurídicas, atrações culturais, além de palestra sobre saúde do trabalhador.


Segundo estimativas da OIT, ocorrem, no mundo, cerca de 270 milhões de acidentes de trabalho por ano, além de aproximadamente 160 milhões de casos de doenças ocupacionais. Essas ocorrências chegam a comprometer 4% do PIB mundial. Em um terço desses casos, cada acidente ou doença representa a perda de quatro dias de trabalho. Dos trabalhadores mortos, 22 mil são crianças, vítimas do trabalho infantil. Ainda segundo a OIT, todos os dias morrem, em média, cinco mil trabalhadores, devido a acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho.
Com informações da FUP e do sítio da FUNDACENTRO

Compartilhar: