Pular para o menu
1314126286
DESTAQUES

Festival Adaptação apresenta obras literárias latino-americanas

Filmes do Brasil, México, da Argentina e de Cuba poderão ser vistos até 4 de setembro, na Caixa Cultural - RJ

23 de agosto de 2011 às 16:04

Filmes do Brasil, México, da Argentina e de Cuba – as mais importantes cinematografias da América Latina – poderão ser vistos a partir desta terça-feira (23) a 4 de setembro, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro. É o Festival Adaptação: a Literatura no Cinema, que terá sessões com filmes inéditos ou pouco exibidos no Brasil. Além das exibições, haverá debates com diretores, roteiristas e escritores, nacionais e internacionais.

Os filmes latino-americanos adaptados de livros constituem o foco do festival, que também tem a preocupação de discutir as relações entre o cinema e a literatura. “Um de nossos objetivos é ser ponto de encontro e troca de ideias entre autores, artistas, escritores e diretores e oferecer ao público a oportunidade de fazer parte desse debate”, afirma Carolina Benjamin, idealizadora e uma das curadoras da mostra.

Um dos destaques da programação é o filme mexicano O Galo de Ouro, primeiro roteiro para cinema do escritor colombiano Gabriel García Márquez. A adaptação foi feita em 1964 a partir de obra original de outro grande nome da literatura latino-americana, o mexicano Juan Rulfo. Haverá duas adaptações de um clássico de Rulfo, Pedro Páramo.

Também inéditas nas telas cariocas são duas adaptações de obras do escritor cubano Edmundo Desnoes. A primeira delas é Memórias do Subdesenvolvimento, de 1968, dirigido por Tomás Gutiérrez Alea e considerado o melhor filme cubano de todos os tempos. O segundo é o recente (2010) Memórias do Desenvolvimento, filme de outro cineasta de Cuba, Miguel Coyula.

Do cinema argentino, os destaques são dois filmes do diretor Marcelo Piñeyro, um deles o conhecido Plata Quemada, adaptado de um livro de Ricardo Piglia. Também fazem parte da mostra duas adaptações de obras de Julio Cortázar, Mentiras Piedosas e Circe.

Cinco dos 12 dias do festival serão dedicados ao cinema brasileiro, com filmes adaptados de obras de Machado de Assis, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, José Lins do Rego e Marcelo Rubens Paiva, entre outros escritores. De Machado, serão exibidas duas versões do clássico Memórias Póstumas de Brás Cubas, a de 1985, dirigida por Júlio Bressane, e a de 2001, de André Klotzel.

O cineasta Walter Lima Jr. terá três filmes na mostra: Menino de Engenho (1965), adaptado do romance do mesmo nome, de José Lins do Rego; Inocencia, de 1983, baseado no livro do Visconde de Taunay, e A Ostra e o Vento (1997), roteiro originado do livro de Moacir C. Lopes. Serão exibidos dois filmes adaptados da obra de Graciliano Ramos: Vidas Secas (1964), de Nelson Pereira dos Santos, e São Bernardo (1972), de Leon Hirszman.

Paralelamente às sessões nos cinemas 1 e 2 da Caixa Cultural, no centro do Rio, serão realizadas palestras gratuitas, no Espaço Sesc, em Copacabana, zona sul da cidade. A programação completa do festival está disponível no site www.literaturanocinema.com.br.

Fonte: Agência Brasil 

Compartilhar: