Pular para o menu
1384973124
PROPOSTA

FUP aumenta pressão pelo regramento da PLR e adiantamento em janeiro

Conselho Deliberativo entende que há espaços para buscar avanços e principais reivindicações

20 de novembro de 2013 às 15:45

FUP

Em reunião do  Conselho Deliberativo, a FUP e seus sindicatos, junto com a assessoria do Dieese, analisaram detalhadamente a contraproposta de regramento da PLR apresentada pela Petrobrás e entenderam que há espaço para buscar avanços e conquistar as principais reivindicações da categoria. Essa é uma demanda histórica dos petroleiros, que há mais de uma década lutam para garantir regras claras e democráticas para a PLR, que até então vinha sendo tratada de forma unilateral pela Petrobrás e pelo DEST, às margens das representações sindicais.

Para romper com essa lógica, a FUP continuará pressionando a empresa por um modelo de regramento que atenda aos principais eixos da proposta aprovada pela categoria em 2008. Os petroleiros também exigem que a Petrobrás apresente uma formulação de antecipação da PLR 2013, garantindo o pagamento em janeiro 2014.

A atual proposta da empresa atende à reivindicação dos trabalhadores de pagamento mínimo, caso não haja lucro, mas ainda precisa avançar, tanto em relação ao percentual a ser provisionado para a PLR, quanto à estruturação das metas e indicadores. O Volume Total de Petróleo e Derivados Vazados é considerado um problema pela FUP e seus sindicatos, pois é um indicador que não prevê qualquer garantia de combate à subnotificação.

Compartilhar: