Pular para o menu
1401479127
REUNIÃO

FUP cobra da presidenta da Petrobrás reposição dos postos de trabalho do PIDV

Empresa se comprometeu em lançar novo concurso público para atender a demanda

30 de maio de 2014 às 16:45

Nesta sexta-feira, 30, a FUP se reuniu com a presidente da Petrobrás, Maria das Graças Foster, com o gerente de RH, Antonio Sérgio, o gerente de planejamento efetivo, Lairton Correa, o gerente do executivo do Procop, Mario Jorge e o Diretor Corporativo, José Eduardo Dutra, para discutir os desdobramentos do PIDV e o cronograma de reposição dos efetivos de trabalhadores das unidades operacionais e administrativas, que aderiram ao programa.

Como nas reuniões realizadas com o RH da empresa anteriormente, a FUP voltou a exigir a recomposição de efetivos que já estavam em déficit antes do lançamento do PIDV e, dos postos de trabalho abrangidos pelo plano, que segundo informações divulgadas pela empresa à imprensa, já foi aderido por 8.298 petroleiros, o que representa 12,4% dos efetivos próprios.

Petrobrás se compromete a lançar novo concurso

Após as cobranças da FUP, a presidente da Petrobrás afirmou que a empresa se compromete em divulgar um novo edital de concurso público imediato, para contratar novos trabalhadores, apesar de não garantir a recomposição total. A contratação será a partir de janeiro de 2015, por conta da Lei Eleitoral. Maria das Graças Foster esclareceu que a responsabilidade sobre a definição dos efetivos é das diretorias e gerências envolvidas e, afirmou que as contratações devido ao atual concurso, não tem relação com o PIDV. A presidente comprometeu-se ainda, a dar prosseguimento ao diálogo sobre a recomposição dos efetivos da Petrobrás, a cada etapa do programa.

Há anos, a FUP luta por um quadro de efetivos próprios que de fato atenda às necessidades dos trabalhadores, tanto nas unidades operacionais, quanto nas administrativas. A reposição integral de 100% dos postos ocupados pelos petroleiros que aderiram ao PIDV é o mínimo que a categoria espera dos gestores da Petrobrás.

 

Fonte: Informe FUP

Compartilhar: