Pular para o menu
1321270298
CAMPANHA REIVINDICATÓRIA

FUP e sindicatos avaliaram proposta em reunião do Conselho Deliberativo

A Petrobras tem até a segunda-feira, 14 de novembro, para formalizar uma nova contraproposta

14 de novembro de 2011 às 08:31

destaque

Foto: Arquivo

Com o objetivo de avaliar a proposta apresentada pela Petrobras após oito rodadas de negociação e os rumos da campanha salarial, o Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros (FUP) esteve reunido no Rio de Janeiro, entre os dias 11 e 12 de novembro. O encontro aconteceu após a Petrobras apresentar uma nova proposta para as cláusulas econômicas com o reajuste de 10,71% da Remuneração Mínima por Nível e Regime (RMNR), que corresponde o ganho real de até 3,25%, abono de 100% de remuneração bruta ou o piso de 6 mil.

Após uma avaliação do processo de negociação com a Petrobras e do quadro de mobilização nos estados, a FUP e os sindicatos filiados ressaltaram as principais reivindicações da categoria que ainda não foram atendidas pela empresa, como questões relacionadas à saúde e segurança no trabalho, PCAC, CIPA, horas extras para regime administrativo, entre outros pontos do Acordo Coletivo.

“Houve avanços, mas consideramos que a proposta ainda é insuficiente para aceitação da categoria. Aguardamos agora a formalização da proposta para apreciação dos petroleiros em assembleias”, esclarece o coordenador geral do SINDIPETRO-RN, Márcio Dias.

Formado pela direção da FUP e representantes de seus sindicatos filiados, o Conselho Deliberativo reafirmou a necessidade da greve e de fortalecer as mobilizações da categoria petroleira na justa luta pelo atendimento das suas reivindicações, com a realização das “Operações Gabrielle” por todo o país, e estabeleceu prazo até segunda-feira, 14, para que a Petrobras e subsidiarias formalizem a nova contraproposta, com todos os pontos discutidos na negociação.

Caso a empresa não apresente uma nova contraproposta completa, que atenda os principais eixos da campanha reivindicatória, data de início da greve será apontada pela FUP e seus sindicatos no decorrer dos próximos dias.

Compartilhar: